Solucao De Ringer Com Lactato De Sodio Beker Bula

Solução de Ringer com Lactato de Sódio Beker

Como o Solução de Ringer com Lactato de Sódio Beker
funciona?


A Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker é composta de
cloreto de sódio, cloreto de cálcio, cloreto de potássio e lactato
de sódio, diluídos em água para injeção. Exceto pela presença de
lactato e pela ausência de bicarbonato, a composição dessa solução
aproxima-se estreitamente daquela dos líquidos extracelulares.

A função do lactato é proporcionar ligeiro aumento do teor
alcalino, o que ocorre após a sua metabolização a bicarbonato. Em
pessoas com atividade oxidativa celular normal é necessário um
período de 1 – 2 horas após o início da infusão para que este
efeito seja satisfatório.

Desse modo, a Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker está
destinada à reposição de líquido e eletrólitos em situações em que
essas perdas se fazem presentes, como também a proporcionar o
aumento ligeiro do teor alcalino em líquidos extracelulares, agindo
nos casos em que há um desvio do equilíbrio ácido-básico no sentido
da acidose. Nas situações em que são necessários grandes volumes de
solução siológica, é vantajosa administração da Solução Injetável
de Ringer com Lactato Beker com relação a outras soluções de
reposição, afim de evitar uma possível acidose.

O sódio atua no controle da distribuição de água, no balanço
hídrico e na pressão osmótica dos uidos corporais, e associado ao
cloreto e bicarbonato atua na regulação do equilíbrio
ácido-base.

O potássio é crítico na regulação da condução nervosa e
contração muscular, particularmente no coração.

O cloreto segue o metabolismo do sódio e alterações na sua
concentração provocam mudanças no balanço ácido-base do corpo.

O cálcio é essencial no mecanismo de coagulação sanguínea, na
função cardíaca normal e na regulação da irritabilidade
neuromuscular.

O excesso de sódio, potássio e cálcio é excretado principalmente
pelos rins.

Contraindicação do Solução de Ringer com Lactato de
Sódio – Beker

A Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker é
contraindicada para pacientes com:

  • Acidose láctica (acúmulo de ácido láctico);
  • Alcalose metabólica (quando o pH do sangue está acima do
    normal);
  • Hipernatremia (excesso de sódio no sangue);
  • Hipercalcemia (nível elevado de cálcio no sangue);
  • Hiperpotassemia (hipercalemia)(aumento de potássio no
    sangue);
  • Hipercloremia (nível elevado de cloro no sangue);
  • Lesão dos hepatócitos (células do fígado) com anormalidade do
    metabolismo de lactato;
  • Insuficiência renal e ou cardíaca.

Como usar o Solução de Ringer com Lactato de Sódio –
Beker

O preparo e administração da solução parenteral deve obedecer à
prescrição, precedida de criteriosa avaliação, pelo farmacêutico,
da compatibilidade físico-química e da interação medicamentosa que
possam ocorrer entre os seus componentes.

A administração da Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker
deve ser baseada na manutenção ou reposição, calculada de acordo
com a necessidade de cada paciente.

A Solução somente deve ter uso intravenoso e
individualizado.

A dosagem deve ser determinada por um médico e é dependente da
idade, do peso das condições clínicas do paciente e das
determinações em laboratório.

Antes de serem administradas as soluções parenterais devem ser
inspecionadas visualmente para se observar a presença de
partículas, turvação na solução, ssuras e quaisquer violações na
embalagem primária.

A Solução é acondicionada em bolsas, em sistema fechado para
administração intravenosa usando equipo estéril.

Atenção: não usar embalagens primárias em conexões em
série. Tal procedimento pode causar embolia gasosa devido ao ar
residual aspirado da primeira embalagem antes que a administração
de fluido da segunda embalagem seja completada.

Não perfurar a embalagem, pois há comprometimento da
esterilidade do produto e risco de contaminação.

Para abrir

Verificar se existem vazamentos mínimos comprimindo a embalagem
primária com rmeza. Se for observado vazamento de solução descartar
a embalagem, pois a sua esterilidade pode estar comprometida.

Se for necessária medicação suplementar, seguir as instruções
descritas a seguir antes de preparar a Solução Injetável de Ringer
com Lactato Beker para administração.

No preparo e administração das Soluções Parenterais, devem ser
seguidas as recomendações da Comissão de Controle de Infecção em
Serviços de Saúde quanto a desinfecção do ambiente e de
superfícies, higienização das mãos, uso de EPIs e desinfecção de
ampolas, frascos, pontos de adição dos medicamentos e conexões das
linhas de infusão.

  • Remover o protetor de plástico do tubo de saída da solução no
    fundo da embalagem, quando presente;
  • Fazer a assepsia da embalagem primária utilizando álcool
    70%;
  • Suspender a embalagem pela alça de sustentação;
  • Conectar o equipo de infusão da solução. Consultar as
    instruções de uso do equipo;
  • Administrar a solução, por gotejamento contínuo, conforme
    prescrição médica.

Para adição de medicamentos

Atenção: Verificar se há incompatibilidade entre o
medicamento e a solução e, quando for o caso, se há
incompatibilidade entre os medicamentos.

Apenas as embalagens que possuem dois sítios, um sítio para o
equipo e um sítio próprio para a administração de medicamentos,
poderão permitir a adição de medicamentos nas soluções
parenterais.

Para administração de medicamentos antes da
administração da solução parenteral

  • Preparar o sítio de injeção fazendo sua assepsia;
  • Utilizar uma seringa com agulha estéril para perfurar o sítio
    próprio para administração de medicamentos e injetar o medicamento
    na solução parenteral;
  • Misturar o medicamento completamente na solução
    parenteral;
  • Pós liofilizados devem ser reconstituídos/suspendidos no
    diluente estéril e apirogênico adequado antes de ser adicionados à
    solução parenteral.

Para administração de medicamentos durante a
administração da solução parenteral

  • Fechar a pinça do equipo de infusão;
  • Preparar o sítio próprio para administração de medicamentos,
    fazendo sua assepsia;
  • Utilizar seringa com agulha estéril para perfurar o sítio e
    adicionar o medicamento na solução parenteral;
  • Misturar o medicamento completamente na solução
    parenteral;
  • Prosseguir a administração.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o Solução
de Ringer com Lactato de Sódio Beker?


Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker só deve ser
utilizado sob supervisão médica.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico
ou de seu médico ou cirurgião-dentista.

Precauções do Solução de Ringer com Lactato de Sódio –
Beker

Soluções contendo íons de cálcio não devem ser administradas
simultaneamente no mesmo local da infusão sanguínea devido ao risco
de coagulação. Nem mesmo com medicamentos os quais haja a
possibilidade de formação de sais de cálcio precipitados.

A Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker não deve ser
adicionada a soluções contendo carbonato, oxalato ou fosfato, pois
possibilita a formação e precipitação de sais de cálcio.

Soluções contendo potássio devem ser utilizadas com grande
cuidado em pacientes com insuficiência renal severa, insuficiência
cardíaca congestiva e em condições nas quais retenção de potássio
esteja presente.

A administração intravenosa dessa Solução Injetável de Ringer
com Lactato Beker pode causar sobrecarga de uidos e/ou solutos,
resultando na hiper-hidratação, estados congestivos ou edema
pulmonar.

A terapia com potássio, cálcio e sódio deve ser monitorada por
eletrocardiogramas, especialmente em pacientes que fazem uso de
digitálicos, corticosteróides ou corticotropina.

Para minimizar o risco de possíveis incompatibilidades da
mistura da Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker não deve
ser administrado na presença de turbidez ou precipitação
imediatamente após a mistura, antes e durante a administração.

Uso com outras substâncias

Em pacientes portadores de doenças cardíacas, particularmente em
uso de digitálicos ou na presença de doenças renais, deve-se ter
cuidado na administração de Ringer com Lactato devido à presença
de potássio.

Por conter sódio, é necessária cautela na administração em
pacientes em uso de corticosteróides e corticotropínicos.

Soluções contendo íons de cálcio não devem ser administradas
simultaneamente no mesmo local da infusão sanguínea da Solução
Injetável de Ringer com Lactato Beker devido ao risco de
coagulação.

A Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker não deve ser
adicionada de medicamentos os quais possibilitem a formação de sais
de cálcio precipitados, tais como: soluções contendo carbonato,
oxalato e fosfato.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Reações Adversas do Solução de Ringer com Lactato de
Sódio – Beker

As reações adversas podem ocorrer devido à solução ou à técnica
de administração e incluem resposta febril, infecção no ponto de
injeção, trombose venosa ou ebite irradiando-se a partir do ponto
de injeção, extravasamento e hipervolemia (aumento anormal do
volume de sangue).

Se ocorrer reação adversa, suspender a infusão, avaliar o
paciente, aplicar terapêutica corretiva apropriada e guardar o
restante da solução para posterior investigação, se necessário.

Por conter íons lactato deve ser administrado com cautela, pois
infusão excessiva pode provocar alcalose metabólica. Hipernatremia
(excesso de sódio no sangue), por ser associada a edema e
exacerbação da insu ciência cardíaca congestiva, devido à retenção
de água, resultando em aumento do volume do uido extracelular.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento.

Informe também a empresa sobre o aparecimento de reações
indesejáveis e problemas com este medicamento, entrando em contato
através do Sistema da Atendimento ao Consumidor (SAC).

População Especial do Solução de Ringer com Lactato de
Sódio – Beker

Gravidez

Não foram efetuados estudos de reprodução animal com Solução
Injetável de Ringer com Lactato Beker. Também não se sabe se a
Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker pode causar dano ao
feto quando administrada a uma mulher grávida. Administrar somente
se claramente necessário.

Categoria de risco C.

 

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica ou do
cirurgião-dentista.

Uso pediátrico

A segurança e a efetividade na população pediátrica estão
baseadas na similaridade da resposta clínica entre adultos e
crianças.

Em neonatos e em crianças pequenas, o volume de uido pode afetar
o balanço hidroeletrolítico, especialmente nos neonatos prematuros,
cuja função renal pode estar imatura e cuja habilidade de excretar
cargas do líquido e do soluto pode estar limitada.

Pacientes idosos

Nos estudos clínicos com injeção de Ringer com Lactato não foi
incluído número suficiente de pessoas com mais de 65 anos que
permita determinar diferenças entre as respostas de jovens e
idosos.

No geral, a seleção da dose para um paciente idoso deverá ser
mais criteriosa, sendo iniciados pela menor dose terapêutica,
devido à maior suscetibilidade dos idosos ao comprometimento das
funções renal, cardíaca ou hepática, além da possível existência de
outros distúrbios e/ou medicamentos concomitantes.

Composição do Solução de Ringer com Lactato de Sódio –
Beker

Apresentação

Em sistema fechado

Caixa com 24 bolsas plásticas de 500 ml.

Via de administração: intravenosa e
individualizada.

Uso adulto e/ou pediátrico.

Composição

Cloreto de sódio (DCB: 02421)

0,6 g

Cloreto de potássio (DCB: 02415)

0,03 g

Cloreto de cálcio (DCB: 02370)

0,02 g

Lactato de sódio (DCB: 00278)

0,31 g

Água para injeção API (DCB: 09320)

100 mL

Conteúdo eletrolítico

Sódio

130,0 mEq/L

Potássio

4,0 mEq/L

Cálcio

2,7 mEq/L

Cloreto

109,0 mEq/L

Lactato

28 mEq/L

Osmolaridade

273 mOsmol/L

pH

6 – 7,5

Superdosagem do Solução de Ringer com Lactato de Sódio –
Beker

A Solução Injetável de Ringer com Lactato Beker em doses
elevadas pode causar sintomas de desconforto, tais
como:

  • Náusea;
  • Vômitos;
  • Dor abdominal;
  • Diarréia;
  • Cefaléia;
  • Sonolência;
  • Arritmias.

A infusão de grandes volumes da Solução Injetável de Ringer com
Lactato Beker pode causar hipervolemia (aumento anormal do volume
de sangue), resultando em diluições eletrolíticas do plasma,
hiper-hidratação, indução da acidose metabólica e edemas
pulmonares. Nestes casos, a infusão deve ser interrompida e a
terapia de apoio deve ser instalada.

Em casos de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do
medicamento, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você
precisar de mais orientações sobre como proceder.

Interação Medicamentosa do Solução de Ringer com Lactato
de Sódio – Beker

  • Inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA) (ex.:
    Captopril e Maleato de enalapril), anti-inflamatórios não
    esteroides (ex.: Ácido acetil salicílico, Ibuprofeno e Naproxeno),
    betabloqueadores (ex.: Propranolol e Atenolol), heparina e
    suplementos que contém potássio, podem aumentar as concentrações
    séricas de potássio e produzir hipercalemia, especialmente no caso
    de insuficiência renal;
  • Glicosídeos digitálicos (ex.: Digoxina e Digitoxina) usados na
    insuficiência cardíaca com bloqueio, o potássio sérico deve ser
    monitorado;
  • Insulina e bicarbonato de sódio, diminuem a concentração sérica
    de potássio;
  • Diuréticos tiazídicos (ex.: Clorotiazida e Hidroclorotiazida),
    podem aumentar o risco de hiperpotassemia;
  • Uso crônico ou abuso de laxativos, pode reduzir as
    concentrações séricas de potássio;
  • Substitutos de sal ou inibidores da ECA (ex.: Captopril,
    Enalapril e Lisinopril), podem causar hiperpotassemia;
  • O uso simultâneo com quinidina potencializa os efeitos
    antiarrítmicos da mesma;
  • Adrenocorticóides (ex.: Dexametasona, Betametasona e
    Hidrocortisona), podem diminuir seus efeitos;
  • Ciclosporina pode causar hiperpotassemia devido ao
    hipoaldosteronismo;
  • Sangue de bancos de sangue, diuréticos poupadores de potássio
    (ex.: Espironolactona), leite com baixo teor salino e outros
    fármacos contendo potássio, promovem acúmulo de potássio com
    possível hiperpotassemia resultante, sobretudo em pacientes com
    insuficiência renal;
  • Não há relatos de interações com exames laboratoriais, com a
    utilização de cloreto de potássio.

Ação da Substância Solução de Ringer com Lactato de Sódio –
Beker

Resultados de eficácia

Cloreto de potássio solução injetável a 10,15 e 19,1% para
reposição dos estoques de potássio exauridos por diuréticos, por
diarreia intensa, por doenças renais e por intoxicação
medicamentosa.

Segundo MORGAN amp; DAVISON (1980), a suplementação com cloreto
de potássio em pacientes que utilizam diuréticos tiazídicos pode
diminuir a frequência da hipocalemia de 48% para 17%, devendo ser
considerada pelo médico.

Conforme Carpenter (1971), a cólera na sua forma mais severa
ocorre uma perda rápida de fluídos e eletrólitos pelo sistema
gastrointestinal, consequentemente resultando em choque
hipovolêmico. A sua terapia requer uma adequada reposição dos
fluídos e eletrólitos perdidos e a reposição de potássio deve ser
feita por via intravenosa, sendo geralmente utilizada para
concentração entre 8 a 10 mEq/L.


Características farmacológicas

O Cloreto de potássio é um repositor de eletrólito, sendo
formado por potássio e cloreto, dois íons normais e abundantes no
organismo. É quantitativamente o principal constituinte
eletrolítico do espaço intracelular. Desempenha um papel essencial
na manutenção do volume intracelular, pois participa do equilíbrio
hidroeletrolítico e estabilidade de membrana celular. O potássio é
necessário para a condução dos impulsos nervosos em tecidos
especiais como o coração, cérebro e o músculo esquelético e para a
manutenção das funções renais e do equilíbrio ácido-base.

São necessárias algumas concentrações intracelulares de potássio
para numerosos processos metabólicos celulares. O cloreto de
potássio também é ativador das ATPases das membranas envolvidas em
trabalhos osmóticos (transporte ativo) e sua deficiência no
organismo pode causar sérios problemas. A administração de cloreto
de potássio é seguida pela difusão destes íons para setores do
espaço intra e extracelular. A direção e a velocidade destas
passagens são ditadas por fatores como a concentração prévia dos
íons, presença de proteínas, hormônios, outros eletrólitos, etc.
Desta forma, torna-se problemático tentar enquadrar o sal dentro da
farmacocinética convencional. O cloreto de potássio é eliminado
principalmente pela urina (90%) e parcialmente pelas fezes
(10%).

Cuidados de Armazenamento do Solução de Ringer com
Lactato de Sódio – Beker

Manter em sua embalagem original.

A exposição de produtos farmacêuticos ao calor deve ser evitada.
O produto deve ser armazenado em temperatura ambiente, entre
15o e 30oC.

Não armazenar as soluções parenterais adicionadas ou não de
medicamentos para utilização posterior.

Não utilize este medicamento se notar turvação ou quaisquer
sinais de violação ou danos na embalagem.

Prazo de validade: 24 meses após a Data de
Fabricação.

Não use o medicamento o prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original. Antes de usar, observe o
aspecto do medicamento.

Caso ele esteja no prazo de validade e você observe
alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se
poderá utilizá- lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Solução de Ringer com Lactato de Sódio
– Beker

Número do lote e data de fabricação e validade: Vide
embalagem primária.

Reg. MS: 1.0346.0015.001-1

Responsável Técnica:

Daniela Pacheco
CRF-SP: 22461

Beker Produtos Fármaco Hospitalares LTDA

Estrada Louis Pasteur, 439, B. Jd. Sto. Antônio
CEP 06835-080, Embu das Artes – SP
CNPJ: 47.231.121/0001-08
Indústria brasileira

Tel fax/sac:

(11) 4781-0101

Solucao-De-Ringer-Com-Lactato-De-Sodio-Beker, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Solucao De Ringer Com Lactato De Sodio Beker Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top