Diupress Bula

Diupress


Como Diupress funciona?

O Diupress aumenta a eliminação de água, sódio e cloro pelos
rins, aliviando o acúmulo de água no organismo. Os medicamentos que
apresentam esse mesmo modo de ação são chamados de diuréticos.
Devido ao efeito da amilorida do Diupress, a perda de potássio, tão
comum com o uso de outros tipos de diuréticos, torna-se menos
importante.

O efeito diurético tem início em cerca de 2 (duas) horas e
alcança seu máximo após 12 (doze) horas, persistindo por 1 (um) ou
2 (dois) dias.

Contraindicação do Diupress

Esse medicamento não deve ser usado em pacientes que apresentam
hipersensibilidade (alergia) conhecida à amilorida, à clortalidona,
ou a qualquer um dos componentes da fórmula. Ele também não deve
ser utilizado por pacientes que não têm capacidade de urinar por
apresentarem falência total dos rins e por pacientes que apresentam
altas taxas de potássio no sangue, assim como por pacientes com
diagnóstico de doenças renais graves, como insuficiência renal
aguda.

Diupress não deve ser usado nos três primeiros meses de
gravidez.

Este medicamento é contraindicado durante os três
primeiros meses de gravidez e só deve ser utilizado após este
período, sob supervisão médica rigorosa.

Como usar o Diupress

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou
mastigado.

Os comprimidos deverão ser deglutidos com um pouco de líquido,
por ocasião do desjejum.

Para obter o máximo de eficácia, utilize a medicação no horário
e na dose exata estipulada por seu médico.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o
tratamento sem o conhecimento de seu médico.


O que devo fazer quando eu me esquecer de usar
Diupress?

Use a medicação assim que se lembrar de que esqueceu uma dose.
Se o horário estiver próximo ao que seria a dose seguinte, pule a
dose perdida e siga o horário das outras doses normalmente. Não
dobre a dose para compensar a dose omitida.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico,
ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Precauções do Diupress

Durante o tratamento com Diupress, aconselha-se alimentação rica
em verduras e frutas (especialmente frutas cítricas, banana, suco
de tomate e melão).

Evite a ingestão de bebidas alcoólicas, que podem aumentar
alguns dos eventos adversos da clortalidona.

A clortalidona provoca aumento das taxas de ácido úrico e de
glicose no sangue, devendo ser administrada, com cuidados
especiais, a pacientes com diagnóstico de gota ou diabetes.

Este produto contém o corante amarelo de tartrazina, que pode causar reações de
natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em
pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

Este medicamento pode causar
dooping.

Informe ao seu médico, ou cirurgião-dentista se você
está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico.
Pode ser perigoso para a sua saúde.

Reações Adversas do Diupress

Informe a seu médico o aparecimento de qualquer reação
desagradável.

Os eventos adversos são apresentados em ordem de frequência
decrescente a seguir:

Comuns, gt; 1/100 e lt; 1/10 (gt; 1% e lt;
10%):

  • – Dermatológico:

    sensibilidade aumentada à luz.

  • – Sistema nervoso central:

    dor de cabeça, cansaço, tontura.

  • – Endócrino e metabolismo:

    desidratação, aumento do tecido mamário, redução nas
    concentrações plasmáticas de sódio.

  • – Gastrointestinal:

    perda de apetite, desconforto gástrico, náusea, diarreia,
    vômito, dor abdominal, aumento dos gases abdominais,
    constipação

  • – Genitourinário:

    impotência.

  • – Muscular:

    cãimbras e fraqueza.

  • – Respiratório:

    tosse e falta de ar.

Incomuns, gt; 1/1.000 e lt; 1/100 (gt; 0,1% e lt;
1%):

Redução das contagens de glóbulos brancos e de plaquetas,
anemia, arritmias, falta de ar, dores no peito, pressão baixa ao
levantar, palpitações, inflamação nos vasos, inflamação na vesícula
biliar, dor para urinar, sangramento intestinal, icterícia,
pancreatite, vômito, contrações na bexiga, aumento do volume
urinário, gota, aumento das concentrações plasmáticas de cálcio,
aumento da glicemia, redução das concentrações plasmáticas de
sódio, vermelhidão na pele, queda de cabelo, urticária,
formigamentos, aumento da pressão intraocular.

Informe a seu médico, cirurgião-dentista, ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento, tais como: erupção cutânea, sede intensa e cansaço
importante. Informe também a empresa através de seu serviço de
atendimento. 

População Especial do Diupress

Gravidez e lactação

Categoria de risco para gravidez: D.

Durante a gravidez, o Diupress pode, como outros diuréticos,
reduzir o volume do plasma, assim como a irrigação do útero e da
placenta, devendo por essa razão ser evitado em mulheres grávidas.
Nos casos de aumento da pressão arterial, durante a gravidez, os
diuréticos deverão ser usados somente sob supervisão direta do
médico, levando em consideração os benefícios em relação ao risco
potencial.

Como outros diuréticos, o uso de Diupress, durante a gravidez,
deverá ser avaliado cuidadosamente pelo médico. Informe ao médico a
ocorrência de gravidez na vigência do tratamento, ou após seu
término. Informe o médico se está amamentando. Como a clortalidona
passa para o leite, as mães que estiverem usando Diupress não
deverão amamentar.

Outros grupos de risco

Diupress deve ser usado com cautela, em pacientes, com função
hepática diminuída, ou doença hepática progressiva, pois pequenas
alterações no balanço de líquidos do organismo podem precipitar
coma hepático. Da mesma forma, Diupress deve ser usado com cautela,
em pacientes, com doença renal avançada.

Em pacientes idosos, é recomendável que se inicie o tratamento
com doses mais baixas, devido à maior frequência de alterações
renais, cardíacas e hepáticas nesta faixa etária.

Composição do Diupress

Cada comprimido contém:

Clortalidona

25 mg

Cloridrato de amilorida
di-hidratada*

5 mg

Excipientes q.s.p.

1 comprimido

Excipientes

: lactose, estearato de magnésio, talco, corante amarelo de
tartrazina, fosfato de cálcio anidro amido, povidona ,
laurilsulfato de sódio e amido.

* Cada 1,0 mg de cloridrato de amilorida di-hidratada equivalem
a 0,76 mg de amilorida anidra.

Superdosagem do Diupress

Os sintomas de superdose incluem: náuseas, fraqueza, tontura,
boca seca, sede e cãibras. Podem ocorrer alterações nas
concentrações sanguíneas de alguns eletrólitos (tais como o
potássio, o sódio e o cloro).

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem, ou bula do
medicamento, se possível.

Em caso de intoxicação ligue para 0800 722 6001, se você
precisar de mais orientações sobre como proceder.​

Interação Medicamentosa do Diupress

Em pacientes sob tratamento com lítio, a administração de
diuréticos deve ser feita com cuidado, porque pode reduzir a
excreção de lítio, aumentando seus níveis séricos. Nos pacientes
com poliúria induzida pelo lítio, foi observado um efeito
antidiurético paradoxal, quando do uso simultâneo de diuréticos. As
potenciais interações medicamentosas com outras drogas estão
demonstradas na Tabela 2.

Tabela 2: Interações medicamentosas observadas com o uso
de diuréticos tiazídico e poupadores de potássio

Ação proposta

Interação medicamentosa

Explanação

Considerar outra terapia

Cloreto de amônia Diuréticos poupadores de
potássio podem aumentar os EA e tóxicos do cloreto de amônia,
especialmente, o risco de acidose sistêmica.
Mitotane Diuréticos poupadores de
potássio podem diminuir o efeito terapêutico do mitotane (por
exemplo, na Síndrome de Cushing).
Sais de potássio Podem aumentar o efeito
hiperpotassêmico dos diuréticos poupadores de potássio.
Sequestradores de ácidos
biliares
Podem diminuir a
absorção dos diuréticos tiazídicos, bem como, as respostas a
esses.
Lítio Diuréticos tiazídicos
podem diminuir a excreção de lítio.

Monitorização do tratamento

BRA Pode aumentar o efeito
hiperpotassêmico dos diuréticos poupadores de potássio.
Glicosídeos
cardíacos
Diuréticos poupadores de
potássio podem diminuir o efeito terapêutico dos glicosídeos
cardíacos, especialmente, os efeitos inotrópicos da digoxina.
Drospirenone Pode aumentar o efeito
hiperpotassêmico dos diuréticos poupadores de potássio.
Quinidina Diuréticos poupadores de
potássio podem diminuir o efeito terapêutico das quinidinas
Tolvaptan Pode aumentar o efeito
hiperpotassêmico dos diuréticos poupadores de potássio.
IECA Diuréticos tiazídicos
podem aumentar o efeito hipotensor ods IECA, principalmente, a
hipotensão postural que ocorre, mais comumente, no início do
tratamento. Os diuréticos tiazídicos podem aumentar os efeitos
nefrotóxicos dos IECA.
Álcool Pode aumentar os EA dos
diuréticos tiazídicos.
Alopurinol Diuréticos tiazídicos
podem aumentar as reações alérgicas ou de hipersensibilidade ao
alopurinol. Podem, também, aumentar as concentrações séricas de
alopurinol, especialmente, do oxipurinolol, metabólito ativo do
alopurinol.
Analgésicos
opióides
Podem aumentar os EA dos
diuréticos tiazídicos.
ADO Diuréticos tiazídicos
podem diminuir o efeito terapêutico dos ADO
Barbituratos Podem aumentar os EA dos
diuréticos tiazídicos
Vitamina D Diuréticos tiazídicos
podem aumentar o efeito da vitamina D
Sais de cálcio Diuréticos tiazídicos
podem diminuir a excreção de sais de cálcio. O uso continuo e
concomitante pode resultar em alcalose metabólica.
Corticosteróides Podem aumentar o efeito
hipocalêmico dos diuréticos tiazídicos.

EA:

eventos adversos.

BRA:

bloqueadores do receptor de angiotensina.

IECA:

inibidores da enzima conversora da angiotensina.

ADO:

antidiabéticos orais.

Ação da Substância Diupress

Um estudo multicêntrico comparou a eficácia anti-hipertensiva de
Amilorida + Clortalidona (substância ativa desse medicamento) com
clortalidona em monoterapia em 201 (duzentos e um) pacientes
portadores de hipertensão arterial primária (1). Após três
semanas de descontinuação da medicação anti-hipertensiva prévia, os
pacientes foram randomizados para tratamento com

Amilorida + Clortalidona (substância ativa desse
medicamento) na dose de 25/5 mg (102 pacientes), ou com a
clortalidona isolada na dose de 25 mg (99 pacientes), durante 12
(doze) semanas consecutivas.

A combinação fixa apresentou alta eficácia anti-hipertensiva
(ΔPA = 21,7/12,6 mm Hg, percentual de respondedores = a 80,4% e
67,4% para PAD lt;90 e lt;85 mm Hg, respectivamente), sendo
superior à da clortalidona isolada (ΔPA = 17,7/11,1 mm Hg,
percentual de respondedores = 75,3% e 60,5% para PAD lt;90
e lt;85 mm Hg, respectivamente). A redução da PA sistólica
obtida com Amilorida + Clortalidona (substância ativa desse
medicamento) foi superior à obtida com a clortalidona isolada
(plt;0,05 na 6a e 12a semanas de tratamento) (Figura 1).

Figura 1:

Valores médios de pressão arterial no período basal
(semana 0) e durante o tratamento com clortalidona isolada, ou
em associação fixa, com amilorida Amilorida + Clortalidona
(substância ativa desse medicamento) em pacientes com hipertensão
arterial primária (1)


Características farmacológicas

Amilorida + Clortalidona (substância ativa desse medicamento) é
uma associação de um diurético tiazídico (clortalidona)
cuja fórmula é:

Com um diurético poupador de potássio (cloridrato de amilorida)
cuja fórmula é:

A clortalidona, diurético de ação prolongada com excelente
efeito hipotensor, é uma droga recomendada no tratamento da
hipertensão arterial de qualquer etiologia. No Amilorida +
Clortalidona (substância ativa desse medicamento), o cloridrato de
amilorida contorna o principal inconveniente do uso da clortalidona
em longo prazo, ou seja, o surgimento da hipopotassemia. Assim, a
amilorida evita a troca de sódio por potássio no túbulo renal,
impede a perda excessiva de potássio e reforça a desejada ação
natriurética, reforçando o efeito hipotensor da clortalidona.

A Tabela 1, abaixo, apresenta os dados farmacocinéticos de cada
um dos componentes do Amilorida + Clortalidona (substância ativa
desse medicamento). Não foram realizados estudos farmacocinéticos
com a combinação fixa de clortalidona e cloridrato de
amilorida.

Tabela 1: Dados farmacocinéticos e farmacodinâmicos
da clortalidona e do cloridrato de amilorida

 

Clortalidona 

Cloridrato de amilorida

Início da ação

2-6h 2h

Duração 

24-72h 24h

Absorção

65% 15% a 25%

Volume de distribuição

Atravessa a barreira
hematoplacentária e mamária
350-380l

Ligação a proteínas plasmáticas

  23%

Metabolismo

Sem metabólitos ativos

T½ 

Função renal normal: 35-55h

(Insuficiência renal terminal:
81h)

Função renal normal: 5-9h

(Insuficiência renal terminal:
8-144h)

Tmax

12,3h 3,2h

Excreção

Urina (50-60% na sua
forma inalterada)
Urina e fezes (em
quantidades equivalentes na sua forma inalterada)

A clortalidona age no túbulo contorcido distal, inibindo a
reabsorção de NaCl (antagonizando o cotransporte de Na+ e Cl-)
e promovendo a reabsorção de Ca++ (mecanismo desconhecido). O
aumento de liberação de Na+ e água para o túbulo coletor
cortical e, ou o aumento da velocidade do fluxo conduz a um aumento
da secreção e excreção de K+ e H+. As ações diurética e
anti-hipertensiva leves do cloridrato de amilorida são adicionais
às atividades natriurética, diurética e anti-hipertensiva da
clortalidona e, ao mesmo tempo, previnem a perda excessiva de
potássio, diminuindo o risco de desequilíbrio ácido-base.

As informações farmacodinâmicas do Amilorida + Clortalidona
(substância ativa desse medicamento) podem ser depreendidas do
estudo clínico mencionado anteriormente (1), no qual foi possível
determinar seu efeito antihipertensivo em 102 (cento e dois)
pacientes que fizeram uso de Amilorida + Clortalidona (substância
ativa desse medicamento) (1 cp/dia) durante 12 (doze) semanas
consecutivas. Amilorida + Clortalidona (substância ativa desse
medicamento) proporcionou reduções significativas na PAS (21,7 mm
Hg) e na PAD (11,6 mm Hg) após seis semanas de tratamento, que se
mantiveram no mesmo patamar até o final do estudo.

Cuidados de Armazenamento do Diupress

Conservar em temperatura ambiente (ambiente com temperatura
entre 15 e 30oC). Proteger da umidade.

O produto apresenta-se como comprimido circular biconvexo, com
vinco em um dos lados e liso do outro, de cor amarela.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Para sua segurança, mantenha o medicamento na embalagem
original.

Antes de usar, observe o aspecto do
medicamento. Caso você observe alguma mudança no aspecto do
medicamento que ainda esteja no prazo de validade, consulte o
médico ou o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.​

Mensagens de Alerta do Diupress

Este produto contém o corante amarelo de tartrazina, que pode causar reações de
natureza alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em
pessoas alérgicas ao ácido acetilsalicílico.

Este medicamento pode causar
dooping.

Informe ao seu médico, ou cirurgião-dentista se você
está fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico.
Pode ser perigoso para a sua saúde.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Venda sob prescrição médica.

Dizeres Legais do Diupress

MS – 1.0043.0981s

Responsável Técnica: Dra. Sônia Albano Badaró
CRF-SP 19.258

Registrado por:

Eurofarma Laboratórios S.A
Av. Vereador José Diniz, 3.465 – São Paulo – SP
CNPJ: 61.190.096/0001-92
Indústria Brasileira

Fabricado por:

Eurofarma Laboratórios S.A.
Rod. Presidente Castelo Branco, km 35,6
CNPJ: 61.190.096/0008-69
Indústria Brasileira

Comercializado por:

Supera RX Medicamentos LTDA.
Rua Guará S/N, Quadra 04/05/06 Galpão 08
Aparecida de Goiânia – GO

Diupress, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Diupress Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #5257
    Anônimo
    Convidado

    Diupress Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Diupress Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top