Complexo Homeopatico Almeida Prado N 49 Bula

Complexo Homeopático Almeida Prado Nº 49

O simples fato de coletar, secar e estabilizar um vegetal não o
torna medicamento fitoterápico. Deste modo, vegetais íntegros,
rasurados, triturados ou pulverizados, não são considerados
medicamentos fitoterápicos, em outras palavras, uma planta
medicinal não é um fitoterápico. Também não são considerados
fitoterápicos os chás, medicamentos homeopáticos e partes de
plantas medicinais.

Embora de difícil consenso, um fitoterápico pode ser definido
como um medicamento (obtido pela tecnologia farmacêutica e
industrializado) de origem vegetal (fitomedicamento) caracterizado
por apresentar várias substâncias químicas (fitoquímicos)
responsáveis pelos efeitos terapêuticos eou colaterais (também).
Esta definição se opõe a de um medicamento não-fitoterápico cuja
origem do(s) princípio(s) ativo(s) não é(são) exclusivamente
vegetal(is) além de ser variada (ex: anti-histamínicos,
antitérmicos e vitamina C todos juntos em comprimidos antigripais).
Por exemplo (típico), o fitoterápico Ginkgo biloba tem cerca de 20
substâncias ativas que respondem juntas pelo efeito terapêutico,
sem a totalidade simultânea das quais, o mesmo efeito não se
alcança na plenitude.

Assim como outros medicamentos, os fitoterápicos quando
utilizados de forma incorreta podem proporcionar problemas de
saúde

Por isso, para regulamentar a comunicação ao usuário, uma
resolução da Anvisa em vigor desde 10 de março de 2010 padroniza
regras para comercialização. Cada produto deve indicar para o que
serve e seus possíveis efeitos colaterais. Os dados devem estar em
um folheto informativo na embalagem ou no invólucro da planta.

Contraindicação do Complexo Homeopático Almeida Prado Nº
49

Este medicamento é contraindicado em pacientes com conhecida
hipersensibilidade à droga e seus componentes.

O produto não deve ser usado em presença de glaucoma de ângulo
fechado (aumentos súbitos de pressão intraocular), hipertrofia
prostática (aumento da próstata), íleo paralítico (parada
temporária dos movimentos de contração da parede do intestino),
estenose pilórica (estreitamento da abertura do estômago para o
intestino) arritmias taquicárdicas (alteração no ritmo do coração),
adenoma da próstata com formação de urina residual (tumor benigno
da próstata), edema agudo do pulmão (inchaço do pulmão),
estenose mecânica do trato gastrointestinal e megacólon
(estreitamento do trato gastrintestinal e intestino).

Como medida especial de precaução, deve-se evitar o emprego
durante a gravidez e lactação, nas metrorragias (sangramento
do útero fora do ciclo menstrual) e nas menstruações muito
abundantes.

Este medicamento é contraindicado para uso em
crianças.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica. Informe imediatamente seu
médico em caso de suspeita de gravidez.

Como usar o Complexo Homeopático Almeida Prado Nº
49

Conforme orientação médica ou do farmacêutico.

Complexo-Homeopatico-Almeida-Prado-N-49, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Complexo Homeopatico Almeida Prado N 49 Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #4299
    Anônimo
    Convidado

    Complexo Homeopatico Almeida Prado N 49 Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Complexo Homeopatico Almeida Prado N 49 Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top