Solucao De Ringer Com Lactato Isofarma Bula

Solução de Ringer com Lactato Isofarma

Como o Solução de Ringer com Lactato – Isofarma
funciona?


Este medicamento, composto de cloreto de sódio, cloreto de
cálcio, cloreto de potássio e lactato de sódio, diluídos em água
para injeção, apresenta uma composição similar à dos líquidos
extracelulares, com exceção da presença de lactato e da ausência de
bicarbonato.

O sódio atua no controle da distribuição de água, no balanço
hídrico e na pressão osmótica dos fluidos corporais, e, associado
ao cloreto e bicarbonato, atua na regulação do equilíbrio
ácido-base.

O cálcio é essencial no mecanismo de coagulação sanguínea, na
função cardíaca normal e na regulação da irritabilidade
neuromuscular.

O potássio é crítico na regulação da condução nervosa e
contração muscular, particularmente no coração.

O cloreto segue o metabolismo do sódio, e alterações na sua
concentração provocam mudanças no balanço ácido-base do corpo.

Vale ressaltar que o excesso de sódio, potássio e cálcio é
excretado principalmente pelos rins.

A função do lactato é proporcionar rápido aumento do teor
alcalino, o que ocorre após sua metabolização a bicarbonato.

Em pessoas com atividade oxidativa celular normal, é necessário
um período de 1 a 2 horas após o início da infusão para que este
efeito seja satisfatório.

Por essa razão, Solução de Ringer com Lactato – Isofarma
destina-se à reposição de líquido e eletrólitos em situações em que
essas perdas se fazem presentes e eleva rapidamente o teor alcalino
em líquidos extracelulares, agindo nos casos em que há desvio do
equilíbrio ácido-básico no sentido da acidose.

Nas situações em que são necessários grandes volumes de solução
fisiológica, você deve administrar este medicamento com outras
soluções de reposição, a fim de evitar uma possível acidose.

Contraindicação do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

Solução de Ringer com Lactato – Isofarma é contra-indicado nos
casos de acidose láctica (acúmulo de ácido láctico no corpo)
alcalose metabólica (condição metabólica na qual o pH do sangue
está acima da faixa normal), hipernatremia (excesso de sódio no
sangue), hipercalcemia (excesso de cálcio no sangue),
hiperpotassemia (excesso de potássio no sangue) e hipercloremia
(excesso de cloro no sangue).

Além dessas ocorrências, você não deve utilizar este medicamento
quando houver lesão dos hepatócitos, com anormalidade do
metabolismo de lactato, e em pacientes com insuficiência renal e/ou
cardíaca.

Como usar o Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

O uso de Solução de Ringer com Lactato – Isofarma é somente
através de administração intravenosa e individualizada.

A dosagem deste medicamento é determinada exclusivamente por um
médico, e é dependente da idade, do peso, das condições clínicas do
paciente, do medicamento diluído em solução e das determinações em
laboratório.

Antes de administrar este medicamento, você deve inspecioná-lo
visualmente para observar se há a presença de partículas, turvação
na solução, fissuras e quaisquer violações na embalagem que contém
a solução.

Não usar, se houver depósito, turvação ou violação do
recipiente.

Após a administração, descartar qualquer porção
remanescente da solução.

Saiba também que na administração intravenosa, Solução de Ringer
com Lactato – Isofarma é acondicionado em bolsas plásticas, em
Sistema Fechado, usando equipo estéril.

Atenção:

não usar embalagens primárias em conexões em série. Tal
procedimento pode causar embolia gasosa, devido ao ar residual
aspirado da primeira embalagem, antes que a administração de fluido
da segunda embalagem seja completada.

Não perfurar a embalagem, pois há comprometimento da
esterilidade do produto e risco de contaminação.

Instruções para a abertura da bolsa de Solução de Ringer
com Lactato – Isofarma

Verificar se existem vazamentos mínimos comprimindo a embalagem
primária com firmeza. Se for observado vazamento de solução,
descartar a embalagem, pois a sua esterilidade pode estar
comprometida.

Se for necessária medicação suplementar, seguir as instruções
descritas a seguir, antes de preparar a solução de ringer com
lactato para administração.

No preparo e administração das soluções parenterais, devem ser
seguidas as recomendações da Comissão de Controle de Infecção em
Serviços de Saúde quanto a desinfecção do ambiente e de
superfícies, higienização das mãos, uso de EPIs e à desinfecção de
bolsas, pontos de adição dos medicamentos e conexões das linhas de
infusão.

  1. Remover o protetor de plástico que envolve a embalagem
    primária.
  2. Fazer assepsia da embalagem primária utilizando álcool
    70%.
  3. Suspender a bolsa plástica pela alça de sustentação.
  4. Conectar o equipo de infusão da solução no acesso de entrada.
    Consultar as instruções de uso do equipo.
  5. Administrar a solução, por gotejamento contínuo, conforme
    prescrição médica.

Instruções para adição de medicamentos

Atenção:

Antes da adição de medicamentos, verificar se há
incompatibilidade entre o medicamento e a solução de ringer com
lactato e, quando for o caso, se há incompatibilidade entre os
medicamentos.

Apenas as embalagens que possuem dois sítios, um sítio para o
equipo e um sítio próprio para administração de medicamentos,
poderão permitir a adição de medicamentos nas soluções
parenterais.

Antes da administração da solução
parenteral

  1. Preparar o sítio de injeção fazendo sua assepsia com álcool
    70%.
  2. Utilizar uma seringa com agulha estéril para perfurar o sítio
    próprio para administração de medicamentos e injetar o medicamento
    na solução parenteral.
  3. Misturar o medicamento completamente na solução
    parenteral.
  4. Pós liofilizados devem ser reconstituídos/suspendidos no
    diluente estéril e apirogênico adequado antes de ser adicionados à
    solução parenteral.

Durante a administração da solução
parenteral

  1. Fechar a pinça do equipo de infusão.
  2. Preparar o sítio próprio para administração de medicamentos,
    fazendo sua assepsia com álcool 70%.
  3. Utilizar seringa com agulha estéril para perfurar o sítio e
    adicionar o medicamento na solução parenteral.
  4. Misturar o medicamento completamente na solução
    parenteral.
  5. Prosseguir a administração.

Posologia do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma


O preparo e a administração da Solução Parenteral devem obedecer
à prescrição, precedida de criteriosa avaliação pelo farmacêutico,
à compatibilidade físico-quimíca e à interação medicamentosa que
possam ocorrer entre seus componentes.

A administração da Solução de ringer com lactato deve ser
baseada na manutenção ou reposição calculada de acordo com a
necessidade de cada paciente.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu
médico.

Precauções do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

Você deve tomar os seguintes cuidados antes de
administrar este medicamento:

  • Verificar o prazo de validade;
  • Verificar o conteúdo da embalagem contra a luz. A solução deve
    estar límpida e isenta de partículas ou filamentos;
  • Não utilizá-lo se apresentar turvação, filamentos ou material
    particulado;
  • Verificar se a embalagem apresenta algum vazamento,
    comprimindo-a firmemente com as mãos. Se houver algum vazamento,
    mesmo que mínimo, descartá-la imediatamente, pois sua esterilidade
    pode estar comprometida.

Após a verificação dessas informações, é imprescindível saber
que soluções contendo íons de cálcio não devem ser administradas
simultaneamente no mesmo local da infusão sanguínea devido ao risco
de coagulação. Nem mesmo com medicamentos os quais haja a
possibilidade de formação de sais de cálcio precipitados.

Solução de Ringer com Lactato – Isofarma não deve ser adicionada
a soluções contendo carbonato, oxalato ou fosfato, pois possibilita
a formação e precipitação de sais de cálcio.

Soluções contendo potássio devem ser utilizadas com grande
cuidado em pacientes com insuficiência renal severa, insuficiência
cardíaca congestiva e em condições nas quais a retenção de potássio
esteja presente.

A administração intravenosa dessa solução pode causar sobrecarga
de fluidos e/ou solutos, resultando na hiperhidratação, estados
congestivos ou edema pulmonar.

A terapia com potássio, cálcio e sódio deve ser monitorada por
eletrocardiogramas, especialmente em pacientes que fazem uso de
digitálicos, corticosteróides ou corticotropina.

Para minimizar o risco de possíveis incompatibilidades da
mistura da solução de ringer com lactato, não utilizá-la na
presença de turbidez ou precipitação imediatamente após a mistura,
antes e durante a administração.

Reações Adversas do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

Reações adversas podem ocorrer devido à solução ou à técnica de
administração, podendo resultar em resposta febril, infecção no
ponto de injeção, trombose venosa ou flebite irradiando-se a partir
do ponto de injeção, extravasamento e hipervolemia.

Caso ocorra reação adversa, suspender a infusão, avaliar o
paciente, aplicar terapêutica corretiva apropriada e guardar o
restante da solução para posterior investigação, se necessário.

Por conter íons lactato, administrar este medicamento
cautelosamente, pois sua infusão excessiva pode provocar alcalose
metabólica.

O uso de Solução de Ringer com Lactato – Isofarma pode ocasionar
hipermatremia, por esta doença está associada a edema e à
exacerbação da insuficiência cardíaca congestiva, em razão da
retenção de água, resultando assim em aumento do volume do fluido
extracelular.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento.

Informe também à empresa através de seu serviço de
atendimento.

População Especial do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

Uso pediátrico

A segurança e a efetividade na população pediátrica estão
baseadas na similaridade da resposta clínica entre adultos e
crianças. Em neonatos e em crianças pequenas o volume de fluido
pode afetar o balaço hidro-eletrolítico, especialmente nos neonatos
prematuros, cuja função renal pode estar imatura e cuja habilidade
de excretar cargas do líquido e do soluto pode estar limitada.

Uso geriátrico

Nos estudos clínicos com injeção de ringer com lactato não foi
incluído número suficiente de pessoas com mais de 65 anos que
permita determinar diferenças entre as respostas de jovens e
idosos. No geral, a seleção da dose para um paciente idoso deverá
ser mais criteriosa, sendo iniciada pela menor dose terapêutica
devido a maior suscetibilidade dos idosos ao comprometimento das
funções renal, cardíaca e/ou hepática, além da possível existência
de outros distúrbios e/ou medicamentos concomitantes.

Gravidez e lactação

Não foram conduzidos estudos sobre reprodução em modelo animal
para avaliar a solução de ringer com lactato.

Também não há fundamentação científica conclusiva de que essa
medicação cause um dano fetal quando administrada em uma mulher
grávida ou afete a capacidade de reprodução. Portanto, as injeções
de ringer com lactato devem ser dadas a mulheres grávidas somente
se necessário.

Devido a muitas substâncias serem excretadas no leite materno,
deve-se tomar cuidado quando a solução de ringer com lactato for
administrada a lactentes.

Categoria C.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica ou do
cirurgião-dentista.

Composição do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

Cada 100 mL de solução contém:

Cloreto de sódio

0,60 g

Cloreto de potássio

0,03 g

Cloreto de cálcio diidratado

0,02 g

Lactato de sódio*

0,31 g

Água para injetáveis q.s.p.

100 mL

*Equivalente a 6,2 mg de lactato de sódio 50%.

Conteúdo eletrolítico:

Sódio

130,0 mEq/L

Potássio

4,0 mEq/L

Cálcio

2,7 mEq/L

Cloreto

109,0 mEq/L

Lactato de sódio

28,0 mEq/L

Osmolaridade

271,5 mOsmol/L

pH

6,00 – 7,50

Apresentação do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma


Solução injetável, límpida, estéril e apirogênica.
Isobag® – Sistema Fechado. Bolsa flexível de
polipropileno transparente, sistema fechado, no volume de 500
mL.

Uso intravenoso e individualizado.

Uso adulto e pediátrico.

Superdosagem do Solução de Ringer com Lactato – Isofarma

Se você utilizar acidentalmente uma dose muito grande deste
medicamento, sintomas de desconforto podem surgir, tais como
náuseas, vômito, dor abdominal e diarréia, cefaléia, sonolência e
arritmias.

A infusão de grandes volumes de Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma pode ocasionar também hipervolemia, resultando em
diluições eletrolíticas do plasma, hiperhidratação, indução da
acidose metabólica e edemas pulmonares.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do
medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você
precisar de mais orientações.

Interação Medicamentosa do Solução de Ringer com Lactato
– Isofarma

Solução de Ringer com Lactato – Isofarma, por conter sódio em
sua composição, é necessário ter cautela na administração deste
medicamento em pacientes que estejam utilizando corticosteróides ou
corticotropínicos.

Não administrar simultaneamente no mesmo local da infusão
sanguínea de Solução de Ringer com Lactato – Isofarma, soluções
contendo íons de cálcio devido ao risco de coagulação.

Não adicionar a esta solução de ringer com lactato medicamentos
que possibilitem a formação de sais de cálcio precipitados, tais
como soluções contendo carbonato, oxalato e fosfato.

Em pacientes portadores de doenças cardíacas, particularmente em
uso de digitálicos ou na presença de doenças renais, deve-se ter
cuidado na administração de Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma devido à presença de potássio.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico.
Pode ser perigoso para a sua saúde.

Ação da Substância Solução de Ringer com Lactato – Isofarma

Características Farmacológicas


A solução de Cloreto de Sódio + Cloreto de Potássio +
Cloreto de Cálcio + Lactato de Sódio (substância ativa) é composta
de cloreto de sódio, cloreto de cálcio, cloreto de potássio e
lactato de sódio, diluídos em agua para injetáveis. Exceto pela
presença de lactato e pela ausência de bicarbonato, a composição
dessa solução aproxima-se estreitamente daquela dos líquidos
extracelulares. A função do lactato e proporcionar ligeiro aumento
do teor alcalino, o que ocorre apos a sua metabolização a
bicarbonato.

Em pessoas com atividade oxidativa celular normal e necessário
um período de 1 – 2 horas apos o início da infusão para que este
efeito seja satisfatório. Desse modo, a solução Cloreto de Sódio +
Cloreto de Potássio + Cloreto de Cálcio + Lactato de Sódio
(substância ativa) esta destinada a reposição de liquido e
eletrólitos em situações em que essas perdas se fazem presentes,
como também a proporcionar o aumento ligeiro do teor alcalino em
líquidos extracelulares, agindo nos casos em que ha um desvio do
equilíbrio acido-basico no sentido da acidose.

Nas situações em que são necessários grandes volumes de solução
fisiológica, e vantajosa administração da solução de Cloreto de
Sódio + Cloreto de Potássio + Cloreto de Cálcio + Lactato de Sódio
(substância ativa) com relação a outras soluções de reposição, a
fim de evitar uma possível acidose. O sódio atua no controle da
distribuição de agua, no balanço hídrico e na pressão osmótica dos
fluidos corporais, e associado ao cloreto e bicarbonato atua na
regulação do equilíbrio acido-base. O potássio e critico na
regulação da condução nervosa e contração muscular, particularmente
no coração.

O cloreto segue o metabolismo do sódio e alterações na sua
concentração provocam mudanças no balanço acido-base do corpo. O
cálcio e essencial no mecanismo de coagulação sanguínea, na função
cardíaca normal e na regulação da irritabilidade neuromuscular. O
excesso de sódio, potássio e calcio e excretado principalmente
pelos rins.

Dados de segurança pré-clinicos

Não foram realizados estudos pela Baxter sobre o potencial
carcinogênico, reprodutivo e do desenvolvimento de toxicidade dos
componentes do ringer com lactato.

Cuidados de Armazenamento do Solução de Ringer com
Lactato – Isofarma

Você deve conservar Solução de Ringer com Lactato – Isofarma em
temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da umidade.

Evitar a exposição de produtos farmacêuticos ao calor.

Não armazenar soluções parenterais adicionadas de
medicamentos.

Este medicamento tem validade de 24 meses a partir da
data de sua fabricação.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Solução límpida, incolor e isenta de partículas em
suspensão.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso
ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no
aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Solução de Ringer com Lactato –
Isofarma

Uso restrito a hospitais.

Venda sob prescrição médica.

MS – 1.5170.0025

Farmacêutico Responsável:

Kerusa Gurgel Tamiarana
CRF-CE n° 1462

Isofarma Industrial Farmacêutica Ltda.

Rua Manoel Mavignier, 5000 – Precabura
Eusébio – CE – CEP: 61.760-000
CNPJ: 02.281.006/0001-00
Indústria Brasileira
SAC 90 (XX) 85 3878.0900
sac@isofarma.com.br

Solucao-De-Ringer-Com-Lactato-Isofarma, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Solucao De Ringer Com Lactato Isofarma Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #12433
    Anônimo
    Convidado

    Solucao De Ringer Com Lactato Isofarma Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Solucao De Ringer Com Lactato Isofarma Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top