Kalloplast Bula

Kalloplast

Como o Kalloplast funciona?


A remoção da calosidade se processa pela ação queratolítica do
Ácido Salicílico. A ação queratolítica ou descamante se processa
amolecendo a queratina, tornando frouxo o epitélio cornificado,
causando tumefação e amolecimento das células, descamando, assim,
facilmente a epiderme.

Kalloplast atua no amolecimento da queratina no local da
calosidade, tornando frouxo o epitélio cornificado, causando
amolecimento das células, descamando, assim, facilmente a epiderme
e posterior remoção da calosidade. Os sinais de melhora nos
sintomas podem ocorrer em um prazo variável de dias, após o início
do tratamento. Seu médico é a pessoa adequada para dar-lhe mais
informações sobre o tratamento; siga sempre suas orientações. Não
devem ser utilizadas doses superiores às recomendadas. A
interrupção repentina deste medicamento não causa efeitos
desagradáveis, nem risco, apenas cessará o efeito terapêutico.

Contraindicação do Kalloplast

O produto é contra-indicado para pacientes que apresentarem
antecedentes de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da
fórmula.

Como usar o Kalloplast

Espalhe algumas gotas de Kalloplast por todo o calo, de modo
uniforme. Deixe, em seguida, secar durante alguns minutos. Repita o
tratamento diariamente. Quando o calo começar a se desprender,
facilite sua remoção, imergindo a região em água morna.

Precauções do Kalloplast

O produto deve ser aplicado somente em cima do calo.

Reações Adversas do Kalloplast

Podem ocorrer irritações causadas pelos componentes da fórmula.
Em alguns casos, o produto pode produzir, transitórias na maioria
das vezes, algumas reações desagradáveis.

População Especial do Kalloplast

Gravidez e Lactação:

Informe a seu médico a ocorrência de gravidez, durante ou após o
uso da medicação. Informe ao médico se está amamentando.

Pacientes Idosos:

Não foram relatadas restrições quanto ao uso do produto em
pacientes maiores de 65 anos de idade.

Composição do Kalloplast

Kalloplast

Ácido Salicílico + Ácido Lático

Forma Farmacêutica e Apresentação:

Solução Tópica. Cartucho contendo frasco com 5 ml.

USO ADULTO

USO EXTERNO

Composição

Cada ml do produto contém:

  • Ácido salicílico (DCB 0340) – 0,20 g
  • Ácido lático (DCB 0274) – 0,15 ml
  • Colódio elástico q.s.p. – 1,00 ml

Superdosagem do Kalloplast

Na eventual superdosagem ou ingestão acidental, imediatamente,
suspender a medicação e procurar assistência médica. Recomenda-se
tratamento de suporte sintomático.

Interação Medicamentosa do Kalloplast

Possíveis interações ou interferências em relação à ação de
outros fármacos ainda não foram relatadas.

Ação da Substância Kalloplast

Resultados de eficácia

A eficácia de Ácido Salicílico + Ácido Láctico (substância
ativa) foi comparada com a do placebo (colódio flexível), tintura
de verruga de haleto de dibrometo de alquil dimetilbenzil
amônio e resina podofilina 50% em parafina líquida em um estudo
realizado em 382 pacientes, sendo que a maioria dos quais tinha
verrugas plantares. 348 pacientes foram inclusos no teste de
eficácia, sendo que o número de pacientes que completaram o estudo
foi de 336. Até ao final do período de tratamento de 12 semanas,
84% dos pacientes tratados para verrugas plantares com Ácido
Salicílico + Ácido Láctico (substância ativa) (n/N=64/76)
apresentaram pele livre de verrugas com as linhas restauradas
(e dos 64 pacientes, 64% ficaram livres de verrugas em 6
semanas).

Comparando os índices de melhora em 12 semanas temos: 66% para
placebo [n/N=50/76], 67% para a tintura de verruga [n/N=47/70] e
81% para podofilina [n/N=60/74]. Esses resultados mostram que Ácido
Salicílico + Ácido Láctico (substância ativa) foi estatisticamente
mais eficaz do que o placebo e que a tintura de verruga em 12
semanas (p lt;0,02) para o tratamento de verrugas plantares. Para
verrugas em mosaico, os resultados foram de 50% em 12 semanas para
o Ácido Salicílico + Ácido Láctico (substância ativa) (n/N = 7/14),
58% para o placebo [n/N = 7/12], 75% para tintura de verruga
[n/N = 9/12], e 50% para podofilina [n/N = 7/14]. 

Um estudo comparou o tratamento de Ácido Salicílico + Ácido
Láctico (substância ativa) com cautério e foi realizado em 85
indivíduos com verrugas comuns e plantares durante um período
de tratamento de 12 semanas.

Os pacientes foram instruídos para aplicar Ácido Salicílico +
Ácido Láctico (substância ativa) uma ou duas vezes por dia durante
3 meses e depois o tratamento deveria ser descontinuado (ou antes,
se houvesse melhora completa, dependendo do que ocorresse
primeiro). Na semana 12 a percentagem de pacientes com melhora
completa das verrugas era de 86,8% para os tratados com Ácido
Salicílico + Ácido Láctico (substância ativa) (n/N=33/38) e 71,8%
para os tratados com cautério (n/N=28/39).

O número de pacientes com melhora completa na semana 12 foi 13 e
0 nos dois grupos de tratamento, respectivamente. Este estudo
demonstrou uma melhora estatisticamente significante para Ácido
Salicílico + Ácido Láctico (substância ativa) em segurança,
eficácia e taxas de aceitação no tratamento de verrugas em
comparação com cautério convencional.

Características Farmacológicas

Grupo farmacoterapêutico:

preparação para verrugas.

Código ATC:

D11AF.

Pode-se observar a ação do produto nas primeiras 2 a 4 semanas
de tratamento, sendo que máximo efeito pode ser esperado após 6 a
12 semanas de aplicação do Ácido Salicílico + Ácido Láctico
(substância ativa).

Mecanismo de Ação 

O ácido salicílico aplicado topicamente possui ação
queratolítica. A atividade queratolítica produz descamação por
solubilização do componente intercelular no estrato córneo,
resultando na descamação da pele. 

O ácido láctico afeta o processo de queratinização, reduzindo a
hiperqueratose, característica das verrugas. Em concentrações
elevadas pode causar epidermólise, levando à destruição do tecido
queratósico da verruga e do vírus causador da doença. Apresenta
também propriedades antissépticas. 

O colódio flexível fornece um veículo viscoso que permite uma
aplicação precisa dos ingredientes ativos na verruga. Ele também
forma uma película que ajuda a hidratar e promover a destruição do
tecido hiperqueratósico das verrugas.

Farmacocinética 

Absorção 

O ácido salicílico é absorvido através da pele; quando
detectável, os níveis plasmáticos máximos encontram-se 6 a 12 horas
após a aplicação. Foi relatado que a absorção sistêmica de ácido
salicílico varia entre 9% e 25%, após a aplicação tópica de outra
preparação contendo ácido salicílico. O grau de absorção é
variável, dependendo da duração de contato e do veículo. Apesar da
absorção percutânea, a exposição sistêmica é reduzida em virtude da
baixa dose administrada topicamente nas pequenas áreas localizadas
de tecido hiperqueratósico. 

A pele humana abdominal em um sistema de difusão por escoamento
foi utilizada para avaliação in vitro da absorção
percutânea do ácido láctico. A um pH de 3, a quantidade de
radioatividade detectada no fluido receptor, estrato córneo,
epiderme e derme foi de 3,6; 6,3; 6,6 e 13,9%, respectivamente.

Distribuição 

Após a absorção percutânea, o ácido salicílico é distribuído no
espaço extracelular; cerca de metade dos quais estão ligados à
proteína albumina. 

Metabolismo 

Salicilatos são metabolizados no fígado por enzimas microssomais
a ácido salicilúrico e glicoronídeos fenólicos de ácido salicílico.
O que não é metabolizado é excretado na urina, como ácido
salicílico inalterado. 

Eliminação 

Dentro de 24 horas que o ácido salicílico é absorvido e
distribuído no espaço intercelular, aproximadamente 95% da dose
absorvida pode ser recuperada na urina.

Cuidados de Armazenamento do Kalloplast

Cuidados de armazenamento:

conservar em temperatura ambiente (temp. entre 15°C e 30°C) e
proteger da luz e da umidade. Recomenda-se manter o vidro sempre
fechado, evitando que o produto evapore.

Prazo de validade

: 24 meses a partir da data de fabricação.

Ao comprar qualquer
medicamento, verifique o prazo de validade.

Atenção

: não use medicamento com prazo de validade vencido. Além de não
obter o efeito desejado, você poderá prejudicar sua saúde.

Dizeres Legais do Kalloplast

“SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR; NÃO DESAPARECENDO OS
SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA.”

Venda sem prescrição médica.

Número do lote, data de fabricação e prazo de validade: vide
cartucho/rótulo. Atendimento ao Consumidor: 080077 17017 (Ligação
Gratuita)

Reg. MS – 1.7287.0014.003-4
Farm. Resp.: Dr. Carlos Takashi Maki – CRF- SP no 5606

Hypermarcas S.A.

Av. Fernando Cerqueira César Coimbra, 1000 – Barueri – S.P. CNPJ
no 02.932.074/0013-25
Indústria Brasileira
Marca Registrada

Kalloplast, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Kalloplast Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #7909
    Anônimo
    Convidado

    Kalloplast Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Kalloplast Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top