Cloridrato De Ciprofloxacino Dexametasona Germed Pharma Bula

Cloridrato de Ciprofloxacino Dexametasona Germed
Pharma

O Cloridrato de Ciprofloxacino + Dexametasona (substâncias
ativas) é indicado em casos de blefarites, blefaroconjuntivites e
conjuntivites causadas por germes sensíveis, incluindo
Staphylococcus aureus, Staphylococcus epidermidis e
Streptococcus pneumoniae.

Contraindicação do Cloridrato de Ciprofloxacino +
Dexametasona – Germed Pharma

O Cloridrato de Ciprofloxacino + Dexametasona (substâncias
ativas) é contraindicado em pacientes que apresentam
hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da sua fórmula ou
a outros derivados quinolônicos.

O Cloridrato de Ciprofloxacino + Dexametasona (substâncias
ativas) é contraindicado em pacientes que apresentam infecções por
herpes simples (ceratite dendrítica), vaccínia, varicela e
outras doenças virais da córnea e conjuntiva.

O Cloridrato de Ciprofloxacino + Dexametasona (substâncias
ativas) é contraindicado em pacientes que apresentam afecções
micóticas, tuberculose das estruturas oculares, glaucoma e doenças
com adelgaçamento da córnea e esclera.

Como usar o Cloridrato de Ciprofloxacino + Dexametasona
– Germed Pharma

A dose usual é de 1 ou 2 gota(s) aplicada no(s) olho(s)
afetado(s), a cada quatro horas por um período aproximado de 7
dias.

Durante as primeiras 24 a 48 horas, a posologia pode ser
aumentada para 1 ou 2 gotas a cada 2 horas, de acordo com o
critério médico.

Para maior comodidade, Cloridrato de Ciprofloxacino +
Dexametasona (substâncias ativas) solução oftálmica poderá ser
utilizada durante o dia e Cloridrato de Ciprofloxacino +
Dexametasona (substâncias ativas) pomada oftálmica à noite, ao
deitar-se.

Precauções do Cloridrato de Ciprofloxacino +
Dexametasona – Germed Pharma

O cloridrato de ciprofloxacino + dexametasona é de uso
oftálmico.

Não utilizar para injeção no olho.

O uso prolongado do ciprofloxacino pode ocasionalmente favorecer
a infecção por micro-organismos não sensíveis, inclusive
fungos.

Recomenda-se examinar periodicamente o paciente pela
biomicroscopia com lâmpada de fenda e, quando apropriado,
utilizando coloração de fluoresceína.

Em tratamentos prolongados é aconselhável o controle frequente
da pressão intraocular.

O uso do produto deve ser interrompido ao primeiro sinal de
rash cutâneo ou qualquer outra reação de
hipersensibilidade.

O uso prolongado de dexametasona pode resultar em opacificação
do cristalino (catarata), aumento da pressão intraocular em
pacientes sensíveis e infecções secundárias.

Em pacientes recebendo terapia sistêmica com quinolonas, foram
relatadas reações de hipersensibilidade sérias e ocasionalmente
fatais, algumas após a primeira dose.

Algumas reações foram acompanhadas de colapso cardiovascular,
perda de consciência, parestesia, edema faríngeo ou facial,
dispneia, urticária e prurido.

Apenas alguns pacientes possuíam história de reações de
hipersensibilidade.

Reações anafiláticas sérias requerem tratamento de emergência
com epinefrina e outras medidas de ressuscitamento, incluindo
oxigênio, administração intravenosa de fluídos e anti-histamínicos,
corticosteroides, aminas pressoras e ventilação, conforme indicação
clínica.

Gravidez e Lactação

O produto somente deverá ser utilizado na gravidez ou no período
de amamentação quando, a critério médico, o benefício para a mãe
justificar o risco potencial para o feto ou a criança.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica ou do
cirurgião-dentista.

Pacientes idosos

Não existem restrições de uso em pacientes idosos.

A posologia é a mesma que a indicada para outras faixas
etárias.

Pacientes que utilizam lentes de contato

O Cloridrato de Ciprofloxacino + Dexametasona (substâncias
ativas) não deve ser aplicado durante o uso de lentes de contato
gelatinosas ou hidrofílicas, pois o cloreto de benzalcônio presente
na fórmula pode ser absorvido pelas lentes.

Por este motivo, os pacientes devem ser instruídos a retirar as
lentes antes da aplicação do colírio e aguardar pelo menos 15
minutos para recolocá-las após a administração do Cloridrato de
Ciprofloxacino + Dexametasona (substâncias ativas).

Reações Adversas do Cloridrato de Ciprofloxacino +
Dexametasona – Germed Pharma

Reação muito comum (gt; 1/10)

  • Ardência;
  • Desconforto local.

Reação comum (gt; 1/100 e lt; 1/10)

  • Formação de crostas na margem da pálpebra;
  • Sensação de corpo estranho nos olhos;
  • Prurido;
  • Hiperemia conjuntival;
  • Mau gosto na boca após a instilação.

Reação incomum (gt; 1/1.000 e lt;1/100)

  • Manchas na córnea;
  • Ceratopatia/ceratite;
  • Reações alérgicas;
  • Edema de pálpebra;
  • Lacrimejamento;
  • Fotofobia;
  • Infiltrado corneano;
  • Náusea;
  • Diminuição na acuidade visual.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de
Notificações em Vigilância Sanitária -NOTIVISA, disponível em

Cloridrato-De-Ciprofloxacino-Dexametasona-Germed-Pharma, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Cloridrato De Ciprofloxacino Dexametasona Germed Pharma Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top