Calman Comprimido Bula

Calman Comprimido

Como o Calman Comprimido funciona?


Devido à associação presente em Calman, ele possui um
efeito calmante leve, indicado nos quadros e ansiedade leve a
moderada e distúrbios do sono.

Contraindicação do Calman Comprimido

Calman está contraindicado em casos de hipersensiblidade a
quaisquer componentes da fórmula, pacientes que apresentam
hipersensiblidade ao látex (reação cruzada com Passiflora
incarnata
) ou a qualquer outro componente da fomrulação.

Não aconselhamos o uso deste medicamento em pacientes com
alergia ao ácido aceitlsalicílico apesar de não haver referência na
literatura quanto à possibilidade de
hipersensibilidade ao Salix alba nestes
pacientes.

Devido à presença do Salix alba, deve-se
evitar a prescrição para pacientes com úlceras gastrintestinais,
déficts de coagulação, hemorragias ativas e pacientes em tratamento
com derivados de ácido acetilsalicílico ou anticoagulantes.

Este medicamento deve ser interrompido pelo menos 2 semanas
antes de algum procedimento cirúrgico, pois ele pode aumentar o
risco de sangramentoa potencializar o efeito sedativo das
drogas no pré e per operatório.

Gravidez e lactação

Não há estudos conclusivos do uso dessas plantas em gestantes ou
lactantes, informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência
no tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se estiver
amamentando.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médico ou do
cirugião-dentista.

Este medicamento não deve ser utilizado por crianças
menores de 5 anos.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e duração do tratamento.

Como usar o Calman Comprimido

Crianças acima de 5 anos

Deve ser utilizado, por via oral, 1 comprimido revestido 1 ou 2
vezes ao dia, ou a critério médico.

Adultos

Ansiedade leve

Deve ser utilizado, por via oral, ‘ a 2 comprimidos revestidos 1
ou 2 vezes ao dia, ou a critério médico.

Ansiedade moderada

Deve er utilizado, por vira oral, 2 a 4 comprimidos revestidos 1
ou 2 vezes ao dia, ou a critério médico.

Não ultrapassar a posologia acima descrita.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu
médico.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar
o Calman Comprimido?


Se, por acaso esquecer-se de tomar uma dose, tome-a o mais breve
possível. Se já estiver quase na hora da próxima dose, pule a dose
esquecida e retorne ao esquema regular de doses. Não tome uma dose
dupla ou doses extras.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico
ou do seu médico, ou cirugião-dentista.

Precauções do Calman Comprimido

Apesar de ser um produto fitoterápico, Calman pode levar a
um quadro de sonolência. Pacientes que irão dirigir ou operar
máquinas devem ter maior cautela no desenvolvimento de tais
atividades.

Este medicamento deve ser interrompido pelo menos 2 semanas
antes de algum procedimento cirúrgico, pois ele pode aumentar o
risco de sangramento e potencializar o efeito sedativo nas drogas
no pré e per operatório.

Atenção diabéticos: contém lactose.

Reações Adversas do Calman Comprimido

As reações adversas mais comumente relacionadas à Calman
foram desconforto gástrico, sedação, tonturas, náuseas, fadiga,
sudoreses, pruridos, epistaxe, palpitações, agitação, ainda que no
mais das vezes ele seja bem tolerado e as reações adversas sejam
raras.

Informe seu médico, cirurugião-dentista ou farmacêutico
o aparecimento de reações desagradáveis pelo uso do
medicamento.

Informe também à empresa através do seu serviço de
atendimento.

População Especial do Calman Comprimido

Gravidez e lactação

Não há estudos conclusivos do uso dessas plantas em gestantes ou
lactantes, informe seu médico à ocorrência de gravidez na vigência
do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se estiver
amamentando.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médico ou do
cirurgião-dentista.

Idosos

Para pacientes com idade superior a 65 anos até o momento não hà
relatos de efeitos prejudiciais, mas atenção para as interçaões
medicamentosas e doenças associadas.

Composição do Calman Comprimido

Cada comprimido revestido contém

Extrato fluído de Passiflora
incarnata
0,02%
100mg*
Alcoolato de Crataegus
oxyacantha
0,2%
30mg**
Extrato mole de Salix alba
0,3%
100mg***

*Equivalente à 0,02mg de flavonóides totais expressos em
vitexina.
**Equivalente à 0,9mg de favlonóides totais expressos em
hiperosídeo.
***Equivalente à 1,5mg de salicina.

Excipientes:

dióxido de silício, lactose monoidratada, esterato de magnésio,
amidoglicolato de sódico, talco, polissorbato 80, macrogol, dióxido
de titânio, copolímero de ácido metacrílico e metacrilato de etila,
copolímero de ácido metacrílico e metacrilato de metila, corante
lacca alumínio amarelo n° 10, simeticona, citrato de trietila,
acetona, álcool isopropílico, água de osmose reserva.

Apresentação do Calman Comprimido


Comprimidos revestidos

Embalagem contendo 20 comprimidos

Uso adulto e pediátrico acima de 5 anos.

Uso oral.

Superdosagem do Calman Comprimido

Caso ocorre administração acidental de uma superdose
de Calman, proceder à lavagem gástrica e controle das funções
vitais e suporte cardiorrespiratório, caso isso seja
necessário.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico, leve a embalagem ou a bula do
medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.

Interação Medicamentosa do Calman
Comprimido

O uso de Calman concomitante a outros medicamentos com ação
sedativa deve ser feito somente sob supervisão médica, pelo seu
risco de potencializar os efeitos desativos de algumas drogas, como
por exemplo, o fenobarbital, secoberbital, pentobarbital,
clonazepam, lorazepam, zolbiderm e outros.

O uso de Passiflora incarnata e varfarina ou
aguentes plaquetários pode, teoricamente, resultar em aumento da
potência do anticoagulante.

O uso concomitante de Crataegus oxyacantha e
drogas cardiovasculares pode causar complicações e dorgas
cardiovasculares pode causar compicações cardiovasculares.

O uso comcomitante de Salix alba e derivados
de ácido acetilsalicílico ou anticoagulantes devem ser evitados por
haver a possiblidade de elevar a concentração do ácido
acetilsalicílico no sangue superior à recomendada e pelo efeito
irritante ao trato gastrintestinal característico do fármaco.

Interações medicamentosas listadas para Salix
alba
 incluem os fármacos:

  • Anticoagulantes orais;
  • Metotrexato;
  • Metoclopramida;
  • Fenitoína;
  • Probenecida;
  • Espironolactona;
  • Valporato.

Interações com suplementes

O uso concomitante de Salix alba e suplemento
contendo ferro pode provocar a formação de um complexo entre o
ferro e os taninos presentes no extrato de Salix
alba
, atrapalhando a absorção do mineral.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Ação da Substância Calman Comprimido

Resultados de Eficácia


A eficácia e ação dos componentes de associações são avaliadas
através de estudos específicos para cada componente, sejam eles
in vivo ou in vitro.

Medicações fitoterápicas têm sido utilizadas mundialmente como
opção terapêutica para o tratamento da ansiedade, mostrando-se
seguras e eficazes.

Os alcaloides presentes na Passiflora incarnata L. são
beta-carbolinas (derivados da serotonina e do triptofano)
normalmente presentes no organismo. São inibidores da enzima
monoaminoxidase (MAO), e apresentam ação agonista com os receptores
GABA e benzodiazepínicos (Ghedira 2007).

O flavanoide crisina tem sido considerado importante para a ação
depressora no sistema nervoso central (Kamaldeep 2004).

Estudos pré-clínicos têm demonstrado redução da atividade
motora, aumento do tempo do sono, elevação do limiar nociceptivo e
produção de ação ansiolítica em camundongos, reduzindo a atividade
geral em rato (Kamaldeep 2004; Kamaldeep 2001; Ghedira 2007;
Kamaldeep 2001). Em camundongos, a Passiflora incarnata L.
foi capaz de reverter a dependência à morfina (Kamaldeep 2002).

Crataegus Oxyacantha tem ação sedativa no sistema
nervoso central (Della 1981; Loggia 1983) e ações cardiotônica e
hipotensora leves (Alonso 2007).

Salix alba apresenta ação analgésica, antipirética e
anti-inflamatória por bloqueio da produção de prostaglandinas
(Chrubasik 2000; Schimd 2001; Krivoy 2001; Wagner 2003; Fiebich
2003; Fiebich 2004).

Características Farmacológicas


Passiflora Incarnata L. + Crataegus Oxyacantha
L. + Salix Alba L. (substância ativa) é constituído por
extratos de três plantas medicinais tradicionalmente usadas de
forma isolada.

Passiflora incarnata

Princípios ativos

Passiflora incarnata L. é uma planta herbácea,
cujos constituintes do extrato são:

  • Flavonoides – apigenina, luteolina, quercetina, crisina,
    kaempferol, isovitexina, orientina, dentre outros;
  • Alcaloides – harmana, harmol, harmina, harmalol e
    harmalina;
  • Miscelânea – glicosídeos cianogênicos, oxicumarina, maltol
    e etilmaltol, óleo essencial, ginecardine e 21 aminoácidos.

Ações no SNC

Atua eficazmente na insônia e na hiperexcitabilidade nervosa
induzindo ao sono próximo do fisiológico.

O despertar após o uso da P. incarnata L. é rápido e
completo.

Ações no Sistema Nervoso Parassimpático

Apresenta ação anticolinérgica, bloqueando os efeitos da
pilocarpina sobre a musculatura lisa intestinal. Esta ação
atropínica pode aumentar a capacidade vesical e retardar o reflexo
de micção. Além disso, este bloqueio muscarínico pode ser útil na
proteção da broncoconstrição de origem colinérgica.

Crataegus oxyacantha

Princípios ativos

Crataegus Oxyacantha L. é um arbusto nativo da
Europa, cujos constituintes são (Rigelsky 2002):

  • Flavonoides (hiperosídeo, quercetina, quercitrina,
    hiperina);
  • Aminas biogênicas;
  • Derivados terpênicos;
  • Histamina;
  • Tanino;
  • Vitamina C.

Ações no Sistema Nervoso Simpático

Ação simpatolítica que, dependendo da dose administrada, pode
produzir um efeito comparável a uma simpatectomia. Apresenta ação
vasodilatadora direta, pois este efeito se manifesta mesmo quando o
vago está bloqueado. A ação simpatolítica pode influenciar a
motilidade intestinal produzindo um aumento do número de
evacuações, favorecendo algumas vezes o aparecimento de fezes
líquidas.

Efeitos Cardiovasculares

Apresenta ação cronotrópica e dromotrópica negativa nas fibras
musculares cardíacas. Possui, portanto, uma ação bradicardizante e
coronário-dilatadora, podendo melhorar o rendimento cardíaco.

Efeito no Fluxo Plasmático Renal

Produz uma diminuição do fluxo plasmático renal, o que pode
acarretar uma baixa taxa de filtração glomerular, reduzindo o
volume urinário final, favorecendo a retenção líquida poucas horas
após sua administração.

Efeitos no SNC

Apresenta ação sedativa sobre o SNC, o que auxilia o controle da
hipertensão associada a componentes emocionais importantes.

Salix alba

Princípios ativos

Salix alba L., também conhecido como salgueiro branco,
apresenta como constituintes:

  • Flavanoides;
  • Taninos;
  • Salicilatos.

A salicina e a saligenina possuem identidade química
incontestável com o ácido salicílico.

Ações periféricas

Apresenta ação analgésica, antipirética e anti-inflamatória.

Ações no SNC

Permite um controle da hiperexcitabilidade nervosa.

Ações antiespasmódicas

É útil no tratamento das cólicas, principalmente daquelas que se
originam por uma liberação de prostaglandinas, como ocorre nas
dismenorreias.

Cuidados de Armazenamento do Calman
Comprimido

Conservar o medicamento em sua embalagem original.

Conservar o produto em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C).
Proteger da luz e umidade. Nestas condições, o medicamento se
manterá próprio para o consumo, respeitando o prazo de validade
indicado na embalagem.

Este medicamento é válido por 36 meses após a data de
fabricação.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas

Calman é um comprimido revestido liso, bicôncavo e de coloração
amarelo cítrico.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso
ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no
aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Calman Comprimido

Registro M.S.: 1.1861.0017

Responsável Técnico:

Lucinéia Namur
CRF-SP n° 31.274

Registrado por:

Ativus Farmacêutica Ltda
Rua Emíli Mallet, 317, salla 1005, Tatuapé
CEP: 03.320-000
São Paulo – SP
CNPJ: 64.088.172/0001-41
Indústria Brasileira

Fabricado por:

Ativus Farmacêutica Ltda
Rua Fonte Mécnia, 2.050
Caixa Postal 489
CEP: 13.273-900
Valinhas – SP
CPNJ: 64.088.172/0003-03
Indústira Brasileira

Embalado (embalagem secundária) por:

Myralis Indústria Farmacêutica Ltda
Rua Rogélia Gallardo Alonso, 650, caixa postal 011
CEP: 13.860-970
Aguaí – SP
CNPJ: 17.440.261/0001-25
Indústria Brasileira

SAC:

0800 771 2010

Siga corretamente o modo de usar. Não desaparecedo os
sintomas procure orientação médica.

Calman-Comprimido, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Calman Comprimido Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #2291
    Anônimo
    Convidado

    Calman Comprimido Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Calman Comprimido Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top