Atroveran Composto Gotas Bula

Atroveran Composto Gotas

Como o Atroveran Composto Gotas
funciona?


Atroveran Composto contém em sua fórmula papaverina, eficiente
antiespasmódico que age diretamente nas causas da cólica,
proporcionando alívio imediato, além de conter também componentes
analgésicos e estimulantes de funções digestivas.

Cloridrato de papaverina

Exerce ação antiespasmódica enérgica sobre a musculatura lisa,
aliviando o fenômeno dor nos espasmos do piloro, do esôfago, da
bexiga, dos canais hepáticos, da vesícula biliar, dos ureteres e do
útero.

Dipirona

A dipirona um agente analgésico e antipirético de largo uso
clínico, tanto isolado como combinado a outros medicamentos.

Atropa belladonna L.

Ação sobre atividade motora excessiva, como peristalse,
pilorospasmos e espasticidade reflexa do cólon.

Hyoscyamus niger L. ou meimendro

É de grande utilidade clínica, porque deprime as extremidades
nervosas sensoriais, proporcionando ação analgésica e sedativa.

Peumus boldus Molina

É um estimulante das funções digestivas, age sobre a célula
hepática, aumentando a secreção biliar.

Contraindicação do Atroveran Composto Gotas

O produto é contraindicado para pacientes que apresentarem
antecedentes de hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da
fórmula.

Contraindicado em pacientes portadores de glaucoma de ângulo
agudo, de hipertrofia prostática, o uso de dipirona, em casos de
amigdalite ou qualquer outra afecção da bucofarínge, deve merecer
cuidado redobrado; esta afecção preexistente pode mascarar os
primeiros sintomas de agranulocitose (angina agranulocítica),
ocorrência rara, mas possível, quando se faz uso de produto que
contenha dipirona. Seu uso deve ser evitado nos primeiros três
meses e nas últimas seis semanas da gestação e, mesmo fora destes
períodos, dipirona somente deve ser administrada a gestantes em
casos de absoluta necessidade.

Pacientes com asma ou infecções respiratórias crônicas, bem como
pacientes com hipersensibilidade a qualquer tipo de substância,
podem desenvolver choque. Em pacientes com distúrbios
hematopoiéticos, dipirona somente deve ser administrada sob
controle médico.

O produto não deve ser administrado a pacientes que façam uso de
medicação entorpecente, hipnótica e barbitúrica.

Durante o tratamento, recomenda-se evitar a ingestão de bebidas
alcoólicas.

Como usar o Atroveran Composto Gotas

Para uma melhor eficácia Atroveran Composto deve ser usado logo
aos primeiros sintomas.

  1. Retire a tampa, rompendo o lacre.

  1. Vire o frasco na posição vertical.

  1. Mantendo-o na vertical, bata com o indicador no seu fundo, a
    fim de que se inicie o gotejamento.

Posologia do Atroveran Composto Gotas


40 gotas em um cálice d’água, 10 minutos antes das refeições,
por duas a três vezes ao dia. Em casos especiais, serão aumentadas
as doses, que podem ser de 40 a 80 gotas de cada vez.

As crianças acima de 12 anos tomarão a metade ou o terço da dose
indicada, conforme o caso.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas
sobre este medicamento, procure orientação do
farmacêutico.

Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu
médico ou cirurgião-dentista.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o
Atroveran Composto Gotas?


No caso de esquecimento de administração, reintroduzir a
medicação respeitando os horários recomendados e não ultrapassando
a dose diária recomendada.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico
ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Precauções do Atroveran Composto Gotas

Cloridrato de Papaverina (substância ativa deste medicamento)
deve ser administrado por via intravenosa lentamente pois pode
causar arritmias cardíacas. A administração intravenosa é
contraindicada em pacientes com obstrução atrioventricular.

Deve-se ter atenção em pacientes com glaucoma ou depressão
funcional de miocárdio, que estiverem fazendo uso de cloridrato de
papaverina.

Uso na Gravidez e Lactação

Em pacientes grávidas, Cloridrato de Papaverina (substância
ativa deste medicamento) só deverá ser prescrito em casos de
extrema necessidade.

Essa recomendação é especialmente aplicável nos três últimos
meses de gravidez, pois não está provado que o uso do produto
neste período esteja isento de risco e, portanto, só deve ser feito
sob criteriosa avaliação médica.

Os efeitos para o lactente, caso existam, não são conhecidos.
Portanto, a administração em mulheres que estejam amamentando
somente deve ser realizada segundo criteriosa avaliação médica.

Uso em Pacientes Idosos

Cuidados especiais devem ser tomados para pacientes idosos, pois
estes podem se apresentar mais sensíveis ao medicamento, assim como
pacientes com comprometimento renal e/ou hepático.

Reações Adversas do Atroveran Composto
Gotas

Quando usado em doses acima das recomendadas, o produto poderá
ocasionar náuseas, taquicardia, tonteira e congestão facial. A
papaverina base frequentemente causa elevação da fosfatase alcalina
no plasma, indicativo da hepatotoxicidade. Em pacientes sensíveis,
independentemente da dose, a dipirona pode provocar reações de
hipersensibilidade. As mais graves, embora bastante raras, são
choques e discrasias sanguíneas (agranulocitose, leucopenia e
trombocitopenia), que é sempre um quadro muito grave.

Pacientes com história de reação de hipersensibilidade a outras
drogas ou substâncias podem constituir um grupo de maior risco e
apresentar efeitos colaterais mais intensos, até mesmo choque.
Neste caso, o tratamento deve ser imediatamente suspenso e tomadas
as providências médicas adequadas.

Em situações ocasionais, principalmente em pacientes com
histórico de doença renal preexistente ou em casos de sobredosagem,
houve distúrbios renais transitórios com oligúria ou anúria,
proteinúria e nefrite intersticial. Podem ser observados ataques de
asma em pacientes pré-dispostos a tal condição.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento.

População Especial do Atroveran Composto
Gotas

Gravidez e lactação

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na
vigência do tratamento ou após o seu término. Informe ao médico se
está amamentando.

Composição do Atroveran Composto Gotas

Cada mL* da solução gotas contém

Cloridrato de papaverina

10mg

Dipirona monoidratada

333mg

Extrato fluido de Atropa
belladonna
Linné (contém 0,075mg/mL de sulfato de
hiosciamina)

6mg

Extrato de Hyoscyamus niger
Linné (contém 0,0135mg/mL de bromidrato de escopolamina)

6mg

Extrato de Peumus boldus
Molina (contém 0,0142mg/mL de boldina)
12mg
Veículo**

1,000mL

*Cada mL da solução contém 40 gotas e cada gota da solução
contém 0,25mg de cloridrato de papaverina; 8,325mg de dipirona
monoidratada; 0,15mg de extrato de Atropa belladonna
Linné; 0,15mg de extrato de Hyoscyamus niger Linné; 0,30mg
de extrato de Peumus boldus Molina.
**Óleo essencial de Illicim verum Hook. F., álcool
etílico, metilparabeno, propilparabeno, ciclamato de sódio,
sacarina sódica di-hidratada, propilenoglicol e água.

Apresentação do Atroveran Composto
Gotas


Solução Gotas

Embalagem contendo 1 frasco com 30mL.

Via de administração: oral.

Uso adulto e pediátrico acima de 12 anos.

Superdosagem do Atroveran Composto Gotas

A lavagem gástrica e outras medidas para limitar a absorção
intestinal devem ser procedidas sem demora. Procure imediatamente
seu médico.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do
medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.

Interação Medicamentosa do Atroveran Composto
Gotas

Ainda não foram totalmente relacionadas às interações do produto
com outras drogas e/ou medicamentos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Ação da Substância Atroveran Composto Gotas

Resultados de eficácia

A papaverina, um dos derivados do ópio, teve como ultilidade
primária promover o relaxamento do músculo liso dos vasos
sanguíneos. Numerosos relatos podem ser encontrados na literatura
quanto à sua eficácia no tratamento de condições oclusivas e
espasmáticas do pulmão, coronárias e artérias periféricas. Nota-se
que grande parte do reconhecimento adquirido pela papaverina como
vasodilatador é baseado em estudos clínicos em vez de estudos
experimentais. Na doença arterial coronariana a droga é relatada
como sendo altamente eficaz no alívio da angina.

Em doenças oclusivas das artérias periféricas, muitos autores
têm relatado a papaverina como sendo um agente altamente eficaz,
especialmente no alívio do vasoespasmo associado a episódios
obstrutivos agudos. Nos últimos anos, estudos clínicos têm relatado
a papaverina como uma droga eficaz no tratamento de doenças dos
vasos cerebrais. Russek e Zohman relataram 46 casos de
encefalopatia vascular devido à hipertensão, glomerulonefrite aguda
e estados de doença similares, os quais a administração da
papaverina demonstrou efeitos benéficos definitivos.

O sucesso do uso de papaverina intra-arterial para o tratamento
de vasoespasmo tem sido relatado em estudos que demonstraram
que a vasodilatação satisfatória pode ser alcançada em muitos
casos, o que é altamente sugestivo de que o estreitamento arterial
no início do curso de vasoespasmo sintomático humano é
predominantemente causado pela contração do músculo liso, em vez de
mudanças citoarquitetural ou perda de distensibilidade da parede do
vaso.

A infusão intra-arterial de papaverina demonstrou-se eficaz na
dilatação das artérias espasmáticas, na maioria dos pacientes com
vasoespasmo sintomático após a hemorragia subaracnóidea.

Características farmacológicas

O cloridrato de papaverina (substância ativa deste medicamento)
é relaxante inespecífica do músculo liso. Produz ação
antiespasmódica nos vasos sangüíneos, aliviando assim, o espasmo
arterial causado por oclusão vascular aguda. Sugere-se que inibe a
fosfodiesterase nas células do músculo liso e deste modo, interfere
com o mecanismo da contração muscular. É capaz de produzir
dilatação arterial, nas circulações sistêmicas, coronariana e
cerebral.

Cuidados de Armazenamento do Atroveran Composto
Gotas

Conservar em temperatura ambiente (entre 15 e 30°C). Proteger da
luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original.

Características do medicamento

Atroveran Composto apresenta-se como solução límpida, castanho
esverdeado, sabor amargo característico de Anis e isento de
partículas estranhas.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso
ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no
aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Atroveran Composto Gotas

Registro M.S. nº 1.7817.0042

Farm. Responsável:
Fernando Costa Oliveira
CRF-GO nº 5.220

Registrado por:
Cosmed Indústria de Cosméticos e Medicamentos S.A.
Avenida Ceci, nº 282, Módulo I – Tamboré
Barueri – SP
CEP 06460-120
C.N.P.J.: 61.082.426/0002-07
Indústria Brasileira

Fabricado por:
Brainfarma Indústria Química e Farmacêutica S.A.
VPR 1 – Quadra 2-A – Módulo 4 – DAIA
Anápolis – GO
CEP 75132-020

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os
sintomas procure orientação médica.

Atroveran-Composto-Gotas, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Atroveran Composto Gotas Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #1331
    Anônimo
    Convidado

    Atroveran Composto Gotas Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Atroveran Composto Gotas Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top