Sulfato De Zinco Bula

Sulfato de Zinco

Como o Sulfato de Zinco funciona?


O zinco tem sido identificado como cofator de diferentes
enzimas, incluindo a fosfatase alcalina, desidrogenase lática, DNA
e RNA polimerase. As alterações no metabolismo do zinco se
verificam nas perdas urinárias excessivas por estresse metabólico
(cirurgias, queimaduras, traumatismos) e são provocadas pelo
catabolismo dos músculos esqueléticos.

O zinco facilita a cicatrização de feridas, ajuda a manter um
crescimento normal e atua nos sentidos do paladar e olfato.

A suplementação de zinco durante a Nutrição Parenteral
previne o aparecimento dos seguintes distúrbios
carenciais:

  • Paraqueratose;
  • Hipogonadismo;
  • Retardo do crescimento;
  • Hepatoesplenomegalia (aumento de tamanho do fígado e do
    baço).

Quando os níveis plasmáticos de zinco são inferiores a 20
mcg/100 mL, têm sido observados casos de dermatite seguida de
alopecia em pacientes submetidos à Nutrição Parenteral.

Contraindicação do Sulfato de Zinco

Este medicamento não deve ser utilizado em casos de
hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Como usar o Sulfato de Zinco

Este medicamento deve ser administrado exclusivamente por
infusão intravenosa, após diluição em soluções de glicose ou de
aminoácidos.

Somente administrar o Sulfato de Zinco injetável se a solução se
apresentar límpida e sem depósito. Observar as condições ideais de
assepsia quando o Sulfato de Zinco for adicionado à solução
nutritiva.

Recomenda-se proceder à manipulação segundo o Regulamento
Técnico de Boas Práticas de Utilização de Soluções Parenterais em
Serviços de Saúde (RDC no 45 de 12/03/2003, DOU 13/03/2003).

Posologia do Sulfato de Zinco


O Sulfato de Zinco injetável fornece 200 mcg de zinco por
mL.

Os níveis plasmáticos de zinco devem ser freqüentemente
monitorados em pacientes que receberam dosagem acima do habitual
para manutenção do nível de zinco.

Adultos metabolicamente estáveis, recebendo Nutrição
Parenteral Total

A dose intravenosa sugerida é de 2,5 a 4,0 mg de zinco/dia. Uma
dose adicional de 2 mg de zinco/dia é sugerida em estados
catabólicos agudos.

Se houver perda de fluidos pelo intestino delgado, um adicional
de 12,2 mg de zinco/litro de fluido perdido ou um adicional de 17,1
mg de zinco/Kg de fezes é sugerido.

Prematuros (peso ao nascer abaixo de 1.500 g), com até 3 Kg de
peso corporal: 300 a 400 mcg de zinco/Kg/dia é a dose sugerida.

Lactentes e crianças menores de 5 anos

100 a 150 mcg de zinco/Kg/dia é a dose recomendada.

Crianças acima de 5 anos

50 a 100 mcg de zinco/Kg/dia é a dose recomendada, observando um
máximo de 4 mg de zinco/dia.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e a duração do tratamento.

Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu
médico.

Precauções do Sulfato de Zinco

Este medicamento não deve ser injetado em veia periférica sem
diluição, devido ao risco de flebite.

A administração de zinco na ausência de cobre pode causar uma
diminuição dos níveis séricos de cobre. Determinações periódicas
dos níveis séricos de cobre, bem como de zinco, são sugeridas como
uma diretriz para posterior administração de zinco.

Mau funcionamento renal e intestinal

O Sulfato de Zinco é eliminado via intestinal e renal, por isso,
a possibilidade de retenção deve ser considerada em pacientes com
mau funcionamento destas rotas excretoras.

Interações medicamentosas

A absorção do Sulfato de Zinco pode ser reduzida por suplementos
de ferro, penicilamina, preparações contendo fósforo e
tetraciclinas.

Suplementos de zinco reduzem a absorção de cobre, ferro,
penicilamina, fluoroquinolonas e tetraciclinas.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico.
Pode ser perigoso para a sua saúde.

Reações Adversas do Sulfato de Zinco

A quantidade de zinco presente no Sulfato de Zinco injetável é
muito pequena, por isso, sintomas de toxicidade pelo zinco são
considerados difíceis de ocorrer.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento.

Informe também à empresa através do seu serviço de
atendimento.

População Especial do Sulfato de Zinco

Uso em pacientes idosos

Não há restrições posológicas, bem como recomendações especiais
quanto ao uso do produto em pacientes idosos.

Uso durante a lactação

O zinco é excretado no leite materno, portanto, os possíveis
riscos para o lactente devem ser avaliados frente aos benefícios
para a mãe.

Uso durante a gravidez

Não é conhecido se o sulfato de zinco injetável pode causar dano
ao feto quando administrado durante a gravidez.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica ou do
cirurgião-dentista.

Composição do Sulfato de Zinco

Apresentação

Solução injetável de sulfato de zinco 200 mcg de zinco por ml
apresentada em caixa contendo 50 ampolas com 5 ml.

Via infusão intravenosa.

Uso adulto e pediátrico.

Composição

Cada 1 mL contém

0,88 mg de sulfato de zinco heptaidratado (equivalente a 200 mcg
de zinco).

Cada ampola contém

Sulfato de zinco
heptaidratado

4,40 mg*

Água para
injetáveis

5 mL

*Equivalente a 1000 mcg de zinco.

Superdosagem do Sulfato de Zinco

A administração parenteral prolongada de altas doses de zinco
pode levar à deficiência de cobre associada à anemia sideroblástica
e neutropenia.

Altas concentrações plasmáticas de zinco podem ser reduzidas com
o uso de drogas quelantes como edetato de cálcio dissódico.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do
medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.

Interação Medicamentosa do Sulfato de Zinco

A absorção do sulfato de Sulfato de Zinco Heptahidratado
(substância ativa) pode ser reduzida por suplementos de ferro,
penicilamina, preparações contendo fósforo e tetraciclinas.

Suplementos de Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância
ativa) reduzem a absorção de cobre, ferro, penicilamina,
fluoroquinolonas e tetraciclinas.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Sulfato
de Zinco 200 mcg Zn2+/mL – 5 mL – Cithofarma
Industrial.

Ação da Substância Sulfato de Zinco

Resultados de Eficácia


O Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância ativa) é
necessário para o bom funcionamento de mais de 200 metaloenzimas,
incluindo anidrase carbônica, carboxipeptidase A, desidrogenase
alcoólica, fosfatase alcalina e RNA polimerase. É também requerido
para manutenção da estrutura dos ácidos nucléicos, proteínas e
membranas das células. Funções fisiológicas que dependem do Sulfato
de Zinco Heptahidratado (substância ativa) incluem crescimento e
divisão celular, maturação celular e reprodução, adaptação ao
escuro e visão noturna, cicatrização de ferimentos, aumento da
imunidade, acuidade do paladar e, possivelmente, do olfato. A
deficiência de Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância ativa)
pode ser compensada mediante a adição diária na Nutrição Parenteral
Total – NPT (Total Parenteral Nutrition – TPN) dos pacientes, o que
foi comprovado por estudos que demonstraram a eficácia e rapidez na
resposta terapêutica em relação a outras vias de
administração[1].

A administração da dose diária de 3,9 mg de Sulfato de Zinco
Heptahidratado (substância ativa) foi suficiente para impedir a
queda do nível plasmático de Sulfato de Zinco Heptahidratado
(substância ativa) e mantê-lo dentro de limites normais. Nenhum dos
pacientes (total de 30) que receberam sulfato de Sulfato de Zinco
Heptahidratado (substância ativa) na dose diária de 3,9 mg de
Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância ativa) desenvolveram
sintomas de deficiência de Sulfato de Zinco Heptahidratado
(substância ativa) ou apresentaram níveis plasmáticos de Sulfato de
Zinco Heptahidratado (substância ativa) elevados, durante o período
de observação[2].

Quantidade diária requerida por crianças, durante
Nutrição Parenteral Total[3]:

Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância
ativa)

Prematuros (mcg/Kg/dia)

Recém nascidos e lactentes (mcg/Kg/dia)

Crianças (mcg/Kg/dia)

400

150 50

Fonte: Working Conference on Parenteral
Trace Elements
.

Publicação: Jornal de Pediatria – vol. 76,
suplemento 3, 2000.

Em crianças sem perdas anormais, a recomendação da Associação
Médica Americana (100 mcg de zinco/Kg/dia para crianças de até 5
anos e 2,5 a 4 mg de zinco/dia para crianças acima de 5 anos) são
adequadas. Em caso de déficit de Sulfato de Zinco Heptahidratado
(substância ativa) e/ou altas perdas digestivas, a suplementação de
Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância ativa) em NPT deve ser
aumentada para 200 a 500 mcg/Kg/dia[4].

Manifestações clínicas das deficiências de Sulfato de Zinco
Heptahidratado (substância ativa): acrodermatites, alopecia,
diminuição da função das células T, diminuição da fosfatase
alcalina, alteração no gosto e no cheiro, retardo no crescimento,
hipogonadismo, baixa cicatrização, diminuição da visão noturna
[5] [6] [7] [8].

Referências Bibliográficas:

[1] Weismann, K.
Intravenous Zinc Sulphate Therapy In Zinc-Depleted Patients.
Dermatologia 159: 171-175, 1979.
[2] Yoji T. et al. Clinical Studies on Zinc Metabolism
during Total Parenteral Nutrition as Related to Zinc Deficiency.
Journal of Parenteral and Enteral Nutrition vol. 10, no 2,
195-202.
[3] José V. N. S. Parenteral Nutrition in Pediatrics.
Jornal de Pediatria 2000, 76 (supl. 3) S339-S348.
[4] Peris V. A., Hernández M. R., Escribano M. A. Zinc
Balance in Malnourished Children Given Prolonged Total Parenteral
Feeding. Anales españoles de pediatria.
[5] Abou-Mourad, N. N., Farah, F. S., Steel, D.
Dermopathic Changes In Hypozincemia. Arch Dermatol, vol 115,
956-958, August 1979.
[6] Bernstein, B. Leyden, J. J. Zinc Deficiency And
Acrodermatitis After Intravenous Hyperalimentation. Arch Dermatol,
vol 114, 1070-1072, July 1978.
[7] Michie, D. D. MacFarlane, M. D. Wirth, F.H. Zinc And
Total Parenteral Nutrition. Southern Medical Journal, vol 70, no 8,
985-987, August 1977.
[8] Person, O. C. Botti, A. S. Féres, M. C. L. C.
Repercussões Clínicas Da Deficiência De Zinco Em Humanos.
Arq. Med ABC, 31(1):46-52, jan-jun 2006.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Sulfato
de Zinco 200 mcg Zn2+/mL – 5 mL – Cithofarma
Industrial.

Características Farmacológicas


O Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância ativa) tem sido
identificado como cofator de diferentes enzimas, incluindo a
fosfatase alcalina, desidrogenase lática, DNA e RNA polimerase. As
alterações no metabolismo do Sulfato de Zinco Heptahidratado
(substância ativa) se verificam nas perdas urinárias excessivas por
estresse metabólico (cirurgias, queimaduras, traumatismos) e são
provocadas pelo catabolismo dos músculos esqueléticos.

O Sulfato de Zinco Heptahidratado (substância ativa) facilita a
cicatrização de feridas, ajuda a manter um crescimento normal e
atua nos sentidos do paladar e olfato.

A suplementação de Sulfato de Zinco Heptahidratado
(substância ativa) durante a Nutrição Parenteral previne o
aparecimento dos seguintes distúrbios carenciais:

Paraqueratose, hipogonadismo, retardo do crescimento e
hepatoesplenomegalia. Quando os níveis plasmáticos de Sulfato de
Zinco Heptahidratado (substância ativa) são inferiores a 20 mcg/100
mL, têm sido observados casos de dermatite seguida de alopecia em
pacientes submetidos à Nutrição Parenteral.

Fonte: Bula do Profissional do Medicamento Sulfato
de Zinco 200 mcg Zn2+/mL – 5 mL – Cithofarma
Industrial.

Cuidados de Armazenamento do Sulfato de
Zinco

Este medicamento deve ser conservado em temperatura ambiente
(entre 15 e 30°C).

Observar o prazo de validade, que é de 24 meses após a data de
fabricação.

Após aberto, este medicamento deve ser utilizado imediatamente.
As soluções remanescentes devem ser descartadas.

Número de lote, datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original.

Características físicas

O Sulfato de Zinco injetável é uma solução límpida, incolor,
apirogênica, estéril, apresentada em ampolas de vidro incolor, Tipo
I (vidro neutro), contendo 5 mL.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso
ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no
aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Sulfato de Zinco

Registro MS 1.6400.0005.001-9

Farm. Resp.:
Daiana de Paula dos Santos
CRF/MG 31.828

Casula amp; Vasconcelos Indústria Farmacêutica e
Comércio LTDA.

Rua Caetano Pirri, 520 – Milionários
Belo Horizonte – MG
CEP 30.620-070
CNPJ no 05.155.425/0001-93
Indústria Brasileira

Venda sob prescrição médica.

Sulfato-De-Zinco, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Sulfato De Zinco Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #12789
    Anônimo
    Convidado

    Sulfato De Zinco Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Sulfato De Zinco Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top