Dinill Bula

Dinill

Como o Dinill funciona?


Dinill age como anti-séptico ocular, com ação levemente
adstringente e descongestionante.

Contraindicação do Dinill

Dinill é contraindicado para pessoas que apresentam alergia
a qualquer um dos componentes da sua fórmula.

Como usar o Dinill

  • Você deve usar este medicamento exclusivamente nos olhos;
  • Antes de usar o medicamento, confira o nome no rótulo para não
    haver enganos. Não utilize Dinill caso haja sinais de violação e/ou
    danificações do frasco;
  • A solução já vem pronta para uso. Não encoste a ponta do frasco
    nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer para evitar
    a contaminação do frasco e do colírio;
  • Você deve aplicar o número de gotas da dose recomendada pelo
    seu médico em um ou ambos os olhos. A dose usual é de 2 gotas
    aplicadas no(s) olho(s) afetado(s), duas a três vezes ao dia ou a
    critério médico. A duração do tratamento deve ser estabelecida pelo
    seu médico;
  • Feche bem o frasco depois de usar.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas
sobre este medicamento, procure orientação do
farmacêutico.

Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu
médico ou cirurgião-dentista.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o
Dinill?


Você deve retornar a utilização do medicamento assim que se
lembrar seguindo normalmente os intervalos de horários entre as
aplicações até o final do dia. No dia seguinte, retornar aos
horários regulares.

Em caso de dúvidas, procure a orientação do farmacêutico
ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Precauções do Dinill

Para não contaminar o colírio evite o contato do conta-gotas com
qualquer superfície. Não permita que a ponta do frasco entre em
contato direto com os olhos.

Dinill é um medicamento de uso exclusivamente tópico ocular.

Uso durante a Gravidez e Lactação:

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica ou do
cirurgião-dentista.

Na ocorrência de gravidez ou se estiver amamentando, consulte o
médico antes de fazer uso de medicamentos.

Uso em crianças:

Não deve ser usado em crianças, pois representa risco à saúde
devido à presença de ácido bórico e seus derivados na
formulação.

Uso em idosos:

Não foram observadas diferenças de eficácia e segurança entre
pacientes idosos e de outras faixas etárias, de modo que não há
recomendações especiais quanto ao uso em idosos.

Pacientes que utilizam lentes de contato:

Tire as lentes antes de aplicar Dinill em um ou ambos os olhos e
aguarde pelo menos 15 minutos para recolocá-las.

Reações Adversas do Dinill

Não são conhecidas reações adversas com o uso de Dinill.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento.

Informe também à empresa através do seu serviço de
atendimento.

Composição do Dinill

Apresentações:

Solução oftálmica estéril

Frasco plástico conta-gotas contendo:

10 ml de solução oftálmica estéril de ácido bórico (17 mg/ml) e
cloreto de benzalcônio (0,1 mg/ml).

Via de administração tópica ocular.

Uso adulto.

Composição:

Cada ml (25 gotas) contém:

Ácido bórico (0,68 mg/gota)

17 mg

Cloreto de benzalcônio (0,004 mg/gota)

0,1 mg

Veículo:

hidrolato de hamamelis, hidrolato de camomila, borato de sódio,
ácido clorídrico/ hidróxido de sódio e água purificada q.s.p.

Superdosagem do Dinill

Em geral, superdoses não provocam problemas agudos. Se
acidentalmente for ingerido, beba bastante líquido e procure
orientação médica.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do
medicamento, se possível.

Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.

Interação Medicamentosa do Dinill

Não são conhecidas interações com outros medicamentos.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Ação da Substância Dinill

Resultados de Eficácia

A documentação sobre o emprego clínico de preparações contendo
cloreto de benzalcônio e ácido bórico mostra que essas substâncias
apresentam perfil de segurança e tolerabilidade definido e que as
propriedades anti-sépticas dessas substâncias podem ser
consideradas bem documentadas. Assim, na literatura é mencionado
que o cloreto de benzalcônio é utilizado em soluções com diversas
concentrações para diversas condições clínicas ou técnicas, que
documentam direta ou indiretamente a eficácia, tolerabilidade e
segurança do uso do cloreto de benzalcônio na prática clínica.

Em um estudo duplo cego, envolvendo pacientes com feridas
herpéticas, foi avaliado o potencial de uma pomada de parafina
contendo 4% de ácido bórico em relação a mesma pomada de parafina,
porém sem ácido bórico. Os 14 pacientes que realizaram o tratamento
com ácido bórico tiveram uma cicatrização das feridas em 4,1 ± 0.61
dias, enquanto os 11 pacientes que receberam somente a pomada como
tratamento tiveram uma cicatrização em 5,9 ± 0.96 dias. Treze dos
14 pacientes que receberam acido bórico e 3 dos 11 pacientes
que receberam somente a pomada acreditaram que a cicatrização foi
auxiliada pela formulação.

Um estudo clínico envolvendo 175 crianças com tracoma
(ceratoconjuntivite crônica causada pela bactéria Chlamydia
trachomatis
) que foram tratadas com diferentes pomadas
oftálmicas contendo 1% de tetraciclina, 0,5% de eritromicina e 0,5%
de ácido bórico, duas vezes ao dia por cinco dias consecutivos a
cada mês em um período total de 6 meses demonstrou que o ácido
bórico teve um efeito levemente menor que as terapias
antibióticas.

Características Farmacológicas

Pertencendo a classe dos compostos anti-sépticos de superfície,
o cloreto de benzalcônio apresenta atividade bactericida contra
microrganismos Gram-positivos e Gram-negativos. O ácido bórico é um
desinfetante clássico em oftalmologia, possuindo propriedades
bacteriostática e fungistática.

Em função dos princípios ativos constituintes, Cloreto
Benzalcônio + Cloreto Bórico (substância ativa) age como
anti-séptico ocular, auxiliar no tratamento de conjuntivites e
irritações oculares. Seu veículo isotônico e estéril apresenta os
hidrolatos de hamamelis e camomila, de suave ação adstringente e
descongestionante.

Cuidados de Armazenamento do Dinill

Dinill deve ser armazenado em temperatura ambiente (entre 15°C e
30°C).

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original.

Após aberto, válido por 60 dias.

Características físicas:

Dinill é uma solução estéril límpida transparente e incolor.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso
ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no
aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Dinill

Reg. MS – 1.0147.0102

Farm. Resp.:

Elizabeth Mesquita.
CRF-SP nº 14.337.

Registrado por:

Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda.
Av. Dr. Cardoso de Melo, 1855.
Bloco 1 – 13º andar – Vila Olímpia.
São Paulo – CEP 04548-005.
CNPJ: 43.426.626/0001-77.

Fabricado por:

Allergan Produtos Farmacêuticos Ltda.
Guarulhos, São Paulo.
Indústria Brasileira.

SAC – 0800 144 077.

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os
sintomas procure orientação médica.

Dinill, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #5103
    Anônimo
    Convidado

    Dinill Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Dinill Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top