Cphd Smp 35 Salbego Bula

CPHD SMP 35 Salbego

Como o CPHD SMP 35 – Salbego funciona?


A hemodiálise é um processo artificial que substitui a função
renal quando os rins não funcionam, ou funcionam insuficientemente,
ou ainda, quando não existem. Através da hemodiálise se elimina os
resíduos do organismo, o excesso de água acumulado e ainda se
devolve a composição eletrolítica normal ao plasma, por retirada do
excesso de eletrólitos e possível reposição de outros. Na
hemodiálise uma membrana artificial semipermeável se interpõe entre
o sangue e o líquido de diálise permitindo as trocas necessárias
para a retirada e/ou reposição de substâncias do organismo.

Contraindicação do CPHD SMP 35 – Salbego

As contraindicações não são diretamente relacionadas a solução,
mas sim ao tratamento por hemodiálise que é contraindicado para
pacientes que apresentem impossibilidade ou problemas no acesso
vascular, sendo que este é fundamental no processo de hemodiálise.
Durante a gravidez a hemodiálise é possível, mas também
problemática, pois acomete grandes riscos para a mãe e a
criança.

Não use este medicamento sem o conhecimento do seu
médico. Pode ser perigoso para sua saúde.

Como usar o CPHD SMP 35 – Salbego

Conectar as bombonas de solução Cloreto de Sódio + Cloreto de
Potássio + Associações (substância ativa) e solução de Bicarbonato
de Sódio 8,4% na máquina de hemodiálise.

Um (1) mL dessa solução ácida é misturado automaticamente com
1,22 mL de solução de Bicarbonato de Sódio 8,4% e 32,775 mL de água
purificada, produzindo 35 mL de solução para uso.

Precauções do CPHD SMP 35 – Salbego

A variação de cor de incolor para amarelo-pálido é normal, não
significando alteração da eficácia do produto.

Usar obrigatoriamente em conjunto com soluções ácidas
(CPHD Fração Ácida).

Para cada quadro clinico é necessária uma avaliação médica da
fórmula a ser utilizada e o tipo de filtro dializador.

Use somente a bombona com o lacre da tampa intacto

Reações Adversas do CPHD SMP 35 – Salbego

Oproduto não desenvolve reações adversas, desde que observadas
prescrições e indicaçõesmédicas.

Informe ao seu médico o aparecimento de reações
indesejáveis pelo uso do medicamento. Informe também à empresa
através do seu serviço de atendimento.

Composição do CPHD SMP 35 – Salbego

A solução para hemodiálise contém:

CPHD com Na+ 34,8 mEq/L + HCO3- 34,8 mEq/L

Composição Quantitativa dos Sais (p/v):

Composição Quantitativa dos Íons (após
diluição):

Bicarbonato de Sódio 84,00 g/L

Sódio 34,8 mEq/L

Água Purificada q.s.p. 1000 mL

Bicarbonato 34,8 mEq/L

Apresentação do CPHD SMP 35 – Salbego


Solução para hemodiálise – bombona plástica de 6,0 litros.

Via extracorpórea, através de máquina de hemodiálise e
filtro hemodialisador.

Uso adulto pediátrico.

Uso restrito em hemodiálise.

Uso restrito em hospital.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Ação da Substância CPHD SMP 35 – Salbego

Farmacodinâmica

Modo de ação

A hemodiálise é um processo artificial que substitui a função
renal quando os rins não funcionam, ou funcionam insuficientemente,
ou ainda, quando não existem.

Através da hemodiálise se elimina os resíduos do organismo, o
excesso de água acumulado e ainda se devolve a composição
eletrolítica normal ao plasma, por retirada do excesso de
eletrólitos e possível reposição de outros. Na hemodiálise uma
membrana artificial semipermeável interpõe entre o sangue e o
líquido de diálise permitindo as trocas necessárias para a retirada
e/ou reposição de substâncias do organismo.

O concentrado polieletrolítico para hemodiálise é uma solução
aquosa concentrada de eletrólitos, com ou sem glicose, para ser
empregada na terapia de diálise renal, após diluição e com o
emprego de equipamentos específicos.

Como as substâncias presentes nas soluções separadas por uma
membrana semipermeável têm a tendência para equilibrar a sua
concentração em ambos os lados da mesma, pode-se proceder à limpeza
do sangue. Desta forma, as substâncias de resíduo, cuja
concentração é muito mais elevada no sangue, atravessam a membrana
e passam para a solução de diálise na quantidade necessária, de
modo a obter-se o seu equilíbrio.

Cuidados de Armazenamento do CPHD SMP 35 –
Salbego

Conservar em temperatura ambiente (15ºC a 30ºC). Prazo de
validade: 12 meses a partir da data de fabricação.

Número do lote e data de fabricação: vide
embalagem

Não use medicamento com o prazo de validade vencido,
pode ser perigoso para a saúde.

O conteúdo da bombona, após rompimento do lacre da
tampa, é destinado à utilização imediata.

Usar somente se a bombona estiver com o lacre da tampa
intacto.

Não reutilizar a embalagem vazia.

Dizeres Legais do CPHD SMP 35 – Salbego

ANVISA/MS: 1.1691.0003.003-2

Responsável Técnico:

Joséli Stella
CRF/RS 8659

Registrado, Fabricado e Distribuído por:

Salbego Laboratório Farmacêutico Ltda.
Av. Luiz Moschetti, 60
Porto Alegre/RS
CEP: 91510-590
CNPJ: 92.832.195/0001-54
Indústria Brasileira

SAC:

(51) 3320-580

Uso sob prescrição médica.

Cphd-Smp-35-Salbego, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Cphd Smp 35 Salbego Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #4397
    Anônimo
    Convidado

    Cphd Smp 35 Salbego Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Cphd Smp 35 Salbego Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top