Claril Bula

Claril

Como o Claril funciona?


Claril Solução Oftálmica Estéril possui ação antialérgica e
descongestionante dos olhos.

Contraindicação do Claril

Claril Solução Oftálmica Estéril é contraindicado para pessoas
com hipersensibilidade (alergia) aos princípios ativos ou a
qualquer um dos excipientes ou com glaucoma de ângulo estreito.

Como usar o Claril

  1. Antes de utilizar a medicação, certifique-se de que o lacre de
    segurança está intacto. Um espaço entre o frasco e a tampa é normal
    para o frasco não aberto.
  2. Retire o lacre de segurança.
  3. Para abrir o frasco, desenrosque a tampa girando-a.
  4. Incline sua cabeça para trás e puxe levemente sua pálpebra
    inferior para formar uma bolsa entre a sua pálpebra e o seu
    olho.
  5. Inverta o frasco e pressione levemente com o dedão ou com o
    dedo indicador até que uma única gota seja dispensada no olho,
    conforme prescrição médica. Não toque a ponta do frasco nos olhos
    ou pálpebras.
  6. Repita os passos 4 e 5 no outro olho, se o seu médico assim o
    instruiu.
  7. Recoloque a tampa, rosqueando até que esteja tocando firmemente
    o frasco.
  8. A ponta gotejadora foi desenhada para fornecer uma gota
    pré-medida, portanto não aumente o furo da ponta gotejadora.

Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e a duração do tratamento. Não interrompa o
tratamento sem o conhecimento do seu médico.

Posologia do Claril


Você deve usar este medicamento exclusivamente nos olhos.

  • Antes de utilizar o medicamento, confira o nome no rótulo, para
    não haver enganos. Não utilize o medicamento Claril Solução
    Oftálmica Estéril caso haja sinais de violação e/ou danificações do
    frasco.
  • O medicamento já vem pronto para uso. Não encoste a ponta do
    frasco nos olhos, nos dedos e nem em outra superfície qualquer,
    para evitar a contaminação do frasco e do colírio.
  • A dose usual é de 1 ou 2 gotas aplicadas no(s) olho(s)
    afetado(s), 06 vezes ao dia, com intervalo de aproximadamente 04
    horas entre as doses.

O que devo fazer quando eu me esquecer de usar o
Claril?


Se esquecer uma dose, aplique o medicamento o quanto antes. No
entanto, se estiver perto do horário da próxima dose, ignore a dose
esquecida e volte ao esquema regular.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico
ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

Precauções do Claril

Se você estiver sendo tratado com inibidores da amino oxidases
(IMAOs) pode apresentar crises de hipertensão (pressão alta) grave
se um medicamento simpatomimético for administrado.

Deve ser usado com precaução em crianças, idosos ou caso você
apresente doenças cardiovasculares ou denervação simpática (por
exemplo, pacientes diabéticos insulino-dependentes, com hipotensão
ortostática, hipertensão, hipertireoidismo) devido ao risco de
possíveis efeitos sistêmicos (no organismo).

O uso prolongado ou excessivo pode levar a uma vasodilatação ou
congestão ocular de rebote.

Claril Solução Oftálmica contém cloreto de benzalcônio que pode
causar irritação ocular e se sabe que altera a cor das lentes de
contato gelatinosas. Evite o contato com as lentes de contato
gelatinosas. Você será instruído a remover as lentes de contato
antes da aplicação de Claril Solução Oftálmica e esperar por pelo
menos 15 minutos antes de recolocá-las.

Efeitos sobre a capacidade de dirigir e operar
máquinas:

Claril Solução Oftálmica pode causar midríase (pupila dilatada)
passageira, visão turva temporária ou outros distúrbios visuais que
podem afetar a capacidade de dirigir ou operar máquinas. Se ocorrer
midríase ou turvação da visão após a instalação, você deve esperar
até que a visão normalize antes de dirigir ou operar máquinas.

Fertilidade:

Não foram realizados estudos para avaliar os efeitos da
administração ocular tópica de Claril Solução Oftálmica sobre a
fertilidade humana.

Gravidez:

Não há, ou há pouca quantidade de dados sobre o uso tópico
oftálmico de nafazolina ou feniramina em mulheres grávidas. Estudos
em animais são insuficientes em relação à toxicidade
reprodutiva.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas sem orientação médica ou do
cirurgião-dentista.

Lactação:

Não se sabe se a administração tópica de nafazolina/metabólitos
é excretada no leite humano, no entanto, não se pode descartar um
risco para a criança que é amamentada.

Reações Adversas do Claril

As seguintes reações adversas foram relatadas durante
estudos clínicos com Claril Solução Oftálmica e são classificadas
de acordo com a seguinte convenção:

  • Muito comum (ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam
    este medicamento);
  • Comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este
    medicamento);
  • Incomum (ocorre entre 0,1% e 1% dos pacientes que utilizam este
    medicamento);
  • Rara (ocorre entre 0,01% e 0,1% dos pacientes que utilizam este
    medicamento;
  • Muito rara (ocorre em menos de 0,01% dos pacientes que utilizam
    este medicamento).

Dentro de cada grupo de frequência, as reações adversas são
apresentadas por ordem decrescente de gravidade.

Classe de Sistema de Órgãos

Frequência

Termo preferencial MeDRA (v. 14.1)

Distúrbios oculares

Comum

Desconforto nos olhos

Incomum

Ceratite (inflamação na córnea), dor nos olhos, edema (inchaço)
nos olhos, hiperemia (vermelhidão) nos olhos

Reações adversas adicionais identificadas a partir da
vigilância pós-comercialização, incluem o seguinte (as frequências
não puderam ser estimadas a partir dos dados
disponíveis):

Classe de Sistema de Órgãos

Termo preferencial MeDRA (v. 14.1)

Distúrbios oculares

Midríase (dilatação da pupila), irritação nos olhos, visão
turva

População pediátrica:

O uso excessivo de nafazolina/feniramina em bebês e crianças
pequenas pode causar depressão do sistema nervoso central e redução
significativa da temperatura corporal.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou
farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento. Informe também a empresa através do seu serviço de
atendimento.

Composição do Claril

Apresentação:

Solução Oftálmica Estéril.

Via de administração tópica ocular.

Uso adulto e/ou uso pediátrico acima de 6
anos.

Composição:

Cada mL (32 gotas) contém:

Cloridrato de Nafazolina*

0,25 mg

Maleato de Feniramina**

3,0 mg

*0,008 mg de Cloridrato de Nafazolina por gota.
**0,09 mg de Maleato de Feniramina por gota.

Veículo constituído de:

ácido bórico, borato de sódio, cloreto de sódio, edetato
dissódico, cloreto de benzalcônio como conservante, ácido
clorídrico e/ou hidróxido de sódio e água purificada q.s.p. 1,0
mL

Superdosagem do Claril

Em caso de superdose ou ingestão acidental a nafazolina
pode causar o seguinte, especialmente em crianças:

Depressão do sistema nervoso central com redução significativa
da temperatura corpórea e sintomas de bradicardia (diminuição dos
batimentos cardíacos), sudorese (suor) excessivo, sonolência e
coma; hipertensão seguida de hipotensão (aumento da pressão
arterial seguido de queda de pressão arterial). O tratamento de uma
superdose oral é sintomático e de suporte.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento,
procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou bula do
medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você
precisar de mais orientações.

Interação Medicamentosa do Claril

Pacientes tratados com inibidores da amino oxidases (IMAOs)
podem apresentar reação de hipertensão (pressão alta) grave se um
medicamento simpatomimético for administrado. Embora esta reação
não foi especificamente reportada com nafazolina, sua possibilidade
não deve ser descartada.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está
fazendo uso de algum outro medicamento.

Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico.
Pode ser perigoso para a sua saúde.

Ação da Substância Claril

Resultados de eficácia

Um estudo clínico duplo-cego, randomizado, de grupo paralelo e
controlado por placebo demonstrou que a Solução Oftálmica de
nafazolina/feniramina é significativamente mais eficaz que o
placebo e do que as soluções oftálmicas de nafazolina e feniramina
isoladas, na redução da vermelhidão e alívio da coceira.

Características Farmacológicas

O Maleato de Feniramina + Cloridrato de Nafazolina (substância
ativa) combina os efeitos de um anti-histamínico, o maleato de
feniramina e de um descongestionante, a nafazolina.

Cuidados de Armazenamento do Claril

O medicamento Claril Solução Oftálmica Estéril deve ser
armazenado em temperatura ambiente (entre 15 e 30ºC) e protegido da
luz.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide
embalagem.

Não use medicamento com prazo de validade vencido.
Guarde-o em sua embalagem original.

Após aberto, válido por 28 dias.

Aspectos físicos:

O medicamento Claril Solução Oftálmica Estéril é uma solução de
coloração incolor.

Antes de usar, observe o aspecto do
medicamento.

Caso ele esteja no prazo de validade e você observe
alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se
poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Claril

MS – 1.0068.1115.

Farm. Resp.:

Tatiana Torres Pubill.
CRF-SP N° 41.752.

Fabricado por:

Novartis Biociências S.A.
Av. N.S. da Assunção,736.
05359-001 São Paulo-SP.
CNPJ 56.994.502/0017-05.
Indústria Brasileira.

Registrado por:

Novartis Biociências S.A.
CNPJ 56.994.502/0001-30.
São Paulo – SP.

SAC: 0800-707 7908.

Venda sem prescrição médica.

Claril, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #3163
    Anônimo
    Convidado

    Claril Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Claril Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top