Iperisan Bula

Iperisan

Como Iperisan funciona?

Espera-se um alívio dos sintomas da depressão leve a moderada e
dos sintomas associados como ansiedade, tensão e dor muscular
generalizada.

Após duas a quatro semanas de tratamento observa-se melhora nos
sintomas e nos sinais depressivos.

Seu médico é a pessoa mais adequada para lhe dar maiores
informações sobre o tratamento, siga sempre suas orientações. Não
devem ser utilizadas doses superiores às recomendadas.

Contraindicação do Iperisan

Pacientes com histórico de hipersensibilidade e alergia a
qualquer um dos componentes da fórmula não devem fazer uso do
produto.

Não usar em episódios de depressão grave.

Não tomar o medicamento durante o tratamento com anticoagulantes
(ex. varfarina).

Pode diminuir os efeitos de contraceptivos orais e de
medicamentos para o tratamento da asma (a base de teofilina) ou de
medicamentos a base de digoxina.

Este medicamento não deve ser usado em associação com
outros antidepressivos e até duas semanas após o término do
tratamento com Inibidores da Monoamina Oxidase (IMAO).

Este medicamento é contraindicado para crianças abaixo
de seis anos.

Como usar o Iperisan

Uso oral.

Os comprimidos revestidos devem ser ingeridos inteiros e sem
mastigar com quantidade suficiente de água para que sejam
deglutidos.

Caso haja esquecimento da ingestão de uma dose deste
medicamento, retome a posologia prescrita sem a necessidade de
suplementação.

Posologia

Ingerir 1 comprimido revestido 1 a 3 vezes ao dia, ou a critério
médico. (A dose diária total deve estar compreendida entre 0,9 e
2,7mg de hipericinas expressas em hipericina).

Precauções do Iperisan

A administração dos extratos do H. perforatum é geralmente bem
tolerada nas doses recomendadas.

Pacientes sensíveis podem apresentar irritações
gastrintestinais, reações alérgicas, fadiga, agitação e aumento da
sensibilidade da pele à luz solar ou aos raios ultravioletas.

Interações medicamentosas

Existe interação de H. perforatum com ciclosporina,
anticoagulantes cumarínicos, anticoncepcionais orais, teofilina,
digoxina, indinavir e possivelmente outros inibidores da protease e
transcriptase reversa, prejudicando os efeitos destes. Isto ocorre
devido à indução pelo H. perforatum da via metabólica
envolvendo o citocromo P450.

A utilização de H. perforatum concomitante a
antidepressivos inibidores da recaptação de serotonina e inibidores
da MAO poderá causar síndrome serotoninérgica.

Não é recomendado utilizar H. perforatum com drogas
fotossensibilizantes como clorpromazina ou tetraciclina.

O extrato de H. perforatum não demonstrou interação com
o álcool em estudos farmacológicos, porém sabe-se que o álcool pode
piorar o quadro depressivo.

Reações Adversas do Iperisan

O uso de medicamentos a base de extratos de H.
perforatum
pode causar reações fotossensibilizantes. Em casos
raros, podem aparecer irritações gastrintestinais, reações
alérgicas, fadiga e agitação.

Os extratos de H. perforatum são geralmente bem
tolerados com uma incidência de reações adversas em torno de 0,2%
dos casos avaliados em estudos clínicos.

As reações adversas gastrintestinais podem ser minimizadas ao
administrar o medicamento após as refeições.

Composição do Iperisan

Cada comprimido revestido contém:

Extrato seco de
Hypericum perforatum
300mg (padronizado em
0,9mg (0,3%) de hipericinas totais expressas em hipericina).

Excipientes:

lactose+celulose, amidoglicolato de sódio, estearato de
magnésio, dióxido de sílicio, eudragit, talco, trietilcitrato,
polissorbato, polietilenoglicol, simeticone, corante l. a. amarelo,
dióxido de titânio.

Superdosagem do Iperisan

Suspender a medicação imediatamente.

Recomenda-se tratamento de suporte sintomático pelas medidas
habituais de apoio e controle das funções vitais.

Até o presente momento, não foram descritos os efeitos do H.
perforatum
quando administrado em altas doses. Em animais, foi
observado aumento da fotossensibilidade. Se ocorrer superdosagem em
seres humanos, deve-se proteger a pele dos raios solares ou
ultravioleta por duas semanas.

Porém, caso ocorra ingestão de doses excessivas, deve-se
provocar o esvaziamento gástrico logo após o acidente.

Em doses maciças, foram relatadas desordens do ritmo cardíaco,
da visão, depressão, estados de confusão, alucinação e psicose.

Interação Medicamentosa do Iperisan

Não tomar o medicamento durante o tratamento com
anticoagulantes(ex. varfarina).

Pode diminuir os efeitos de contraceptivos orais e de
medicamentos para o tratamento da asma (à base de teofilina) ou de
medicamentosà base de digoxina.

Este medicamento não deve ser usado em associação com outros
antidepressivos e até duas semanas após o término do tratamento com
inibidores da monoaminoxidase (IMAO).

Existe interação de medicamentos à base de Hipérico
(Hypericum perforatum L.) com ciclosporina,
anticoagulantes cumarínicos, anticoncepcionais orais, teofilina,
digoxina, indinavir e possivelmente outros inibidores da protease e
transcriptase reversa, prejudicando os efeitos destes. Isto ocorre
devido à capacidade do Hipérico de aumentar a eliminação de outras
drogas.

Não é recomendado utilizar este medicamento com clorpromazina ou
tetraciclina.

O extrato de Hipérico não demonstrou interação com o álcool em
estudos farmacológicos, porém sabe-se que o álcool pode piorar o
quadro depressivo.

Ação da Substância Iperisan

Espera-se um alívio dos sintomas da depressão leve a moderada e
dos sintomas associados como ansiedade, tensão e dor muscular
generalizada. Após duas a quatro semanas de tratamento observa-se
melhora nos sintomas e nos sinais depressivos.

Cuidados de Armazenamento do Iperisan

Conservar o produto em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C),
em sua embalagem original, ao abrigo da luz e umidade.

Nestas condições, o medicamento manter-se-á próprio para o
consumo, respeitando o prazo de validade indicado na embalagem.

Aspecto físico e características organolépticas do
produto:

Comprimido alongado, coloração amarela, superfície lisa e
brilhante.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Iperisan

Reg. M.S. nº: 1.0155.0206

Responsável Técnico:

Regina H. V. S. Marques CRF/SP nº 6394

Marjan Indústria e Comércio Ltda.

Rua Gibraltar, 165
Santo Amaro – São Paulo/SP
CEP: 04755-070
CNPJ nº 60.726.692/0001-81

SAC 0800 55 45 45

Venda sob prescrição médica.

Iperisan, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Iperisan Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #7779
    Anônimo
    Convidado

    Iperisan Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Iperisan Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top