Gino Cauterex Bula

Gino Cauterex

Contraindicação do Gino Cauterex

Devem ser observadas as contra-indicações usuais, as reações de
caráter alérgico, particularmente em pessoas sensíveis a
substâncias de origem bovina, ou ainda à gentamicina.

Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando,
antes do início, ou durante o tratamento.

O risco/benefício do uso de Gino Cauterex em gestantes deve ser
avaliado por um médico, pois a segurança do Gino Cauterex durante a
gravidez não foi ainda estabelecida

Como usar o Gino Cauterex

Introduzir profundamente na vagina o conteúdo do aplicador (5
g), ao deitar, durante 6 noites consecutivas. A cada aplicação,
utilizar um aplicador e após o uso, inutilizá-lo.

Para sua segurança, a bisnaga está hermeticamente lacrada. Esta
embalagem não requer o uso de objetos cortantes.

  1. Retire a tampa da bisnaga (fig. 1).

  1.  Perfure o lacre da bisnaga, introduzindo o bico
    perfurante da tampa (fig. 2).

  1. Adapte o aplicador ao bico da bisnaga (fig. 3).

  1. Em posição vertical, segure com uma das mãos a bisnaga, e com a
    outra puxe o êmbolo do aplicador até travar (fig. 4).

  1. Aperte a base da bisnaga com os dedos, de maneira a forçar a
    entrada do unguento no aplicador, preenchendo todo o espaço vazio,
    até a trava, com cuidado para que o unguento não extravase o êmbolo
    (fig. 5).

  1. Retire o êmbolo e feche a bisnaga.
  2. Introduza delicadamente o aplicador na vagina, o mais
    profundamente possível, e empurre o êmbolo para dentro, até
    esvaziar o aplicador.
  3. A aplicação faz-se com maior facilidade estando a paciente
    deitada de costas, com as pernas dobradas.
  4. O aplicador mede automaticamente a dose adequada (5 g),
    considerando ainda o resíduo que permanece no aplicador.

Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os
horários, as doses e a duração do tratamento.

Precauções do Gino Cauterex

Não tome remédio sem o conhecimento do seu médico. Pode ser
perigoso para sua saúde.

O uso tópico prolongado de antibióticos pode favorecer o
crescimento concomitante de microrganismos não-sensíveis e
fungos.

Caso isto ocorra, descontinuar o tratamento e instituir terapia
adequada.

Devem ser observadas precauções usuais contra reações alérgicas
em pessoas com história de alergia a materiais de origem
bovina.

A aplicação tópica de gentamicina através da pele é bem tolerada
e relativamente livre de irritação ou sensibilização local, exceto
nos pacientes sensíveis a outros antibióticos e propensos a
eczemas.

Reações Adversas do Gino Cauterex

Raras reações adversas têm sido referidas às aplicações
tópicas e nas indicações recomendadas de Gino Cauterex. em
concentrações muito elevadas, as reações indesejáveis têm sido
mínimas, tais como:

Ardor, hiperemia local e/ou prurido, que geralmente não requerem
descontinuação do tratamento.

A ototoxicidade e nefrotoxicidade estão associadas a altas
concentrações sistêmicas plasmáticas de gentamicina.

Informe seu médico o aparecimento de reações
desagradáveis, tais como: ardor, vermelhidão e/ou
coceira local, que possam ser atribuídas ao Gino
Caurterex.

População Especial do Gino Cauterex

Recomenda-se cautela na administração a mães lactantes.

O risco/benefício do uso de gino cauterex em gestantes deve ser
avaliado por um médico, pois a segurança do gino cauterex durante a
gravidez não foi ainda estabelecida.

Pacientes idosos

As mesmas orientações dadas aos adultos devem ser seguidas para
os pacientes idosos.

Riscos do Gino Cauterex

 

 

 

Composição do Gino Cauterex

Cada g contém:

Fibrinolisina 1U
Desoxirribonuclease 666U
Sulfato de gentamicina 1,695g (equivalente a 1,0 mg de
gentamicina)

Excipientes:

base de petrolato e polietileno (PE).

Superdosagem do Gino Cauterex

Não há relatos de superdosagem com Gino Cauterex.

Interação Medicamentosa do Gino Cauterex

 

 

 

Interação Alimentícia do Gino Cauterex

 

 

 

Ação da Substância Gino Cauterex

 

 

 

Cuidados de Armazenamento do Gino Cauterex

Gino Cauterex quando conservado em temperatura ambiente
(temperatura entre 15 e 30°C) e ao abrigo da luz, apresenta uma
validade de 24 meses a contar da data de sua fabricação.

Nunca use medicamento com o prazo de validade vencido.
Além de não obter o efeito desejado, pode prejudicar sua
saúde.

Número de lote, data de fabricação e prazo de validade:
vide embalagem externa. Não interromper o tratamento sem o
conhecimento do seu médico.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das
crianças.

Dizeres Legais do Gino Cauterex

MS – 1.0573.0121

Farmacêutico Responsável:

Dr. Wilson R. Farias
CRF-SP nº 9555

Aché Laboratórios Farmacêuticos S.A.
Via Dutra, km 222,2 – Guarulhos – SP
CNPJ 60.659.463/0001-91 – Indústria Brasileira

Venda sob prescrição médica.

Gino-Cauterex, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Gino Cauterex Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #6935
    Anônimo
    Convidado

    Gino Cauterex Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Gino Cauterex Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top