Fenoximetilpenicilina Teuto Bula

Fenoximetilpenicilina Teuto

A terapia deverá ser orientada por estudos bacteriológicos
(incluindo antibiogramas) e pela resposta clínica.

Nota: 

Pneumonia grave, empiema, bacteremia, pericardite, meningite e
artrite não devem ser tratadas com Fenoximetilpenicilina Potássica
(substância ativa) durante o estágio agudo.

As seguintes infecções usualmente irão responder a doses
adequadas de Fenoximetilpenicilina Potássica (substância
ativa):

  • Infecções estreptocócicas leves a moderadas do trato
    respiratório superior, escarlatina e erisipela;
  • Infecções pneumocócicas: infecções leves a moderadas do trato
    respiratório;
  • Infecções estafilocócicas: infecções leves localizadas na pele
    e tecidos moles causadas por cepas sensíveis.

Nota: 

Relatos indicando um número crescente de cepas de estafilococos
resistentes à Fenoximetilpenicilina Potássica (substância ativa),
enfatizam a necessidade de realização de cultura e antibiograma,
norteando o tratamento destas infecções. 

Fusoespiroquetose (gengivite e faringite de Vincent): infecções
leves a moderadas da orofaringe.

Nota: 

Infecções envolvendo a gengiva requerem tratamento dentário
adequado.

Profilaxia da endocardite bacteriana em pacientes, com lesões
cardíacas congênitas, ou adquiridas, incluindo a doença reumática,
que irão submeter-se à cirurgia dentária, ou a procedimentos
cirúrgicos no trato respiratório superior.

Nota: 

Pacientes recebendo tratamento contínuo com penicilina oral,
para prevenção secundária da febre reumática, podem alojar
estreptococos alfahemolíticos relativamente resistentes à
penicilina. Portanto, deve-se considerar a utilização de outros
antimicrobianos como profiláticos, nestes procedimentos, que seriam
prescritos em adição ao regime contínuo de profilaxia da febre
reumática.

Contraindicação do Fenoximetilpenicilina –
Teuto

Fenoximetilpenicilina Potássica (substância ativa) está
contraindicado para pacientes, com história de hipersensibilidade a
penicilinas e/ou demais componentes da formulação.

Não deve ser administrado a pacientes sensíveis a
cefalosporinas.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas, sem orientação médica, ou do
cirurgião-dentista.

Como usar o Fenoximetilpenicilina – Teuto

Comprimidos

Os comprimidos de Fenoximetilpenicilina Potássica (substância
ativa) devem ser deglutidos com um pouco de líquido. Pode ser
administrado durante as refeições, entretanto, obtêm-se melhores
efeitos quando tomado com estômago vazio.

Pó para solução oral

Reconstituição da solução oral

Adicione água filtrada dentro do frasco, aos poucos, agitando
constantemente, até que a solução atinja a marca indicada no
rótulo.

Após reconstituição, o frasco conterá 60 mL de solução e cada mL
da solução reconstituída terá 80.000 UI de fenoximetilpenicilina
potássica e 5 mL da solução reconstituída terá 400.000 UI .

Essa solução se mantém estável por 7 (sete) dias à temperatura
ambiente (entre 15o C e 30o C).

Após este prazo, despreze qualquer solução não utilizada.

Posologia

A dose de Fenoximetilpenicilina Potássica (substância ativa)
deve ser determinada de acordo com a sensibilidade do microrganismo
infectante, e a gravidade da infecção é ajustada de acordo com a
resposta clínica do paciente.

A dose para crianças com menos de 12 anos de
idade

É calculada levando-se em conta o peso corporal.

Recomenda-se a utilização de 25.000 a 90.000 UI/kg/dia,
divididas em 3 (três) a 6 (seis) administrações.

Para infecções estreptocócicas leves e moderadas do trato
respiratório, incluindo otite média, pode-se utilizar 40.000
UI/kg/dia, divididas em duas doses iguais, por 10 (dez) dias, como
regime posológico alternativo.

As doses usualmente recomendadas para adultos e crianças
acima de 12 anos

Infecções estreptocócicas leves a moderadas do trato
respiratório superior, bem como escarlatina e
erisipela

200.000 a 500.000 UI a cada 6 (seis) ou 8 (oito) horas, por 10
(dez) dias.

Infecções pneumocócicas leves a moderadas do trato
respiratório, incluindo otite média

500.000 UI a cada 6 (seis) horas em paciente febril por pelo
menos 2 (dois) dias.

Infecções estafilocócicas da pele e dos tecidos
moles

400.000 a 500.000 UI a cada 6 (seis) ou 8 (oito) horas.

Fusoespiroquetoses (angina de Vincent) leves a moderadas
da orofaringe

400.000 a 500.000 UI a cada 6 (seis) ou 8 (oito) horas.

Para prevenção de recorrência de febre reumática e/ou
coreia

Recomenda-se a utilização de 200.000 a 500.000 UI duas vezes ao
dia, ininterruptamente.

Profilaxia da endocardite bacteriana em pacientes com
lesões cardíacas congênitas ou adquiridas, incluindo doença
reumática, em pacientes que se submeterão à cirurgia dentária, ou a
procedimentos cirúrgicos no trato respiratório
superior

3.000.000 de UI (1.500.000 de UI para crianças abaixo de 27 kg)
uma hora antes do procedimento, e então, 1.500.000 de UI (800.000 a
1.000.000 de UI para crianças abaixo de 27 kg) após 6 horas.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou
mastigado. (para a forma farmacêutica “comprimidos”).

Precauções do Fenoximetilpenicilina – Teuto

Reações de hipersensibilidade sérias e ocasionalmente fatais
foram registradas em pacientes sob tratamento com penicilinas.
Indivíduos com história de hipersensibilidade a múltiplos alérgenos
são mais susceptíveis a estas reações.

Embora a anafilaxia seja mais frequente como consequência
da terapêutica injetável, há casos em que ela ocorreu com a
administração oral de penicilinas.

Antes de iniciar o tratamento com penicilinas, deve-se
investigar o aparecimento de possível reação de hipersensibilidade
à penicilina, cefalosporina e outros alérgenos. Caso ocorra
reação alérgica, o tratamento com a droga deve ser interrompido e a
administração de drogas usuais como aminas vasoativas,
anti-histamínicos e corticosteroides é recomendada.

Reações anafiláticas intensas requerem tratamento de emergência
com adrenalina, oxigênio, corticosteroides endovenosos e controle
respiratório, incluindo entubação, se necessário.

Deve-se usar penicilina cautelosamente em indivíduos com
história de alergia e/ou asma.

A via oral de administração não deve ser descartada a não ser em
casos de doença grave, náusea, vômito, cardioespasmo ou
hipermotilidade intestinal. Alguns pacientes não absorvem
quantidades terapêuticas de penicilina administrada oralmente.

Em infecções estreptocócicas, o tratamento deve ser suficiente
para eliminar os microrganismos (mínimo de 10 dias), caso
contrário, as sequelas da doença estreptocócica poderão surgir.

Deve-se realizar cultura ao término do tratamento, para
determinar se os estreptococos foram totalmente erradicados. A
possibilidade de superinfecção por patogênicos micóticos ou
bacterianos deve ser avaliada, quando o produto for utilizado por
tempo prolongado. Nestes casos deve-se instituir terapêutica
adequada.

Uso durante a Gravidez

Penicilinas atravessam rapidamente a barreira
placentária. O efeito para o feto, caso exista, não é
conhecido.

Apesar de serem consideradas seguras, as penicilinas só devem
ser administradas a mulheres grávidas quando estritamente
necessário.

Categoria B.

Os estudos em animais não demonstraram risco fetal, mas também
não há estudos controlados em mulheres grávidas; ou então, os
estudos em animais revelaram riscos, mas que não foram confirmados
em estudos controlados em mulheres grávidas.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres
grávidas, sem orientação médica, ou do
cirurgião-dentista.

Uso durante a lactação

Pequenas quantidades de Fenoximetilpenicilina foram detectadas
no leite materno. O efeito para a criança, caso exista, não é
conhecido.

Deve-se ter cautela quando Fenoximetilpenicilina é administrada
a mulheres que estejam amamentando.

Uso em pacientes portadores de diabetes

Este medicamento contém sacarose. (para a forma
farmacêutica “pó para solução oral”).

Uso em portadores de insuficiência hepática e/ou
renal

Pode haver acúmulo de Fenoximetilpenicilina em pacientes com
comprometimento da função renal.

Efeitos sobre a habilidade de dirigir veículos e/ou
operar máquinas

Não há evidências de que o Fenoximetilpenicilina diminua a
habilidade de dirigir veículos e/ou operar máquinas.

Reações Adversas do Fenoximetilpenicilina –
Teuto

Embora a incidência de reações às penicilinas orais ocorra em
menor frequência do que com a terapêutica injetável, deve-se
lembrar que todas as formas de hipersensibilidade, incluindo choque
anafilático fatal já foram descritas.

As reações adversas da fenoximetilpenicilina, agrupadas por
frequência de ocorrência, são:

Reações comuns (gt;1/100 e lt;1/10)

Sistema nervoso central

  • Cefaleia.

Sistema gastrointestinal

  • Monilíase oral;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Diarreia.

Trato genital

  • Monilíase vaginal e/ou vulvar.

Reações incomuns (gt;1/1.000 e lt; 1/100)

Pele

  • Erupções cutâneas;
  • Rash;
  • Prurido;
  • Urticária.

Sistema urinário eletrolítico

  • Edema por retenção de água e sódio.

Sistema respiratório

  • Dispneia. 

Sistema gastrointestinal

  • Dor abdominal.

Reações de hipersensibilidade

  • Reações anafiláticas;
  • Reação semelhante à doença do soro;
  • Edema de laringe.

Sistema cardiovascular

  • Hipotensão.

Reações raras (gt;1/10.000 e lt; 1/1.000)

Pele

  • Síndrome de Stevens-Johnson;
  • Necrólise epidérmica tóxica;
  • Eritema multiforme.

Sistema nervoso central

  • Confusão mental;
  • Convulsões;
  • Febre.

Sistema gastrointestinal

  • Hepatite medicamentosa;
  • Colite pseudomembranosa.

Sistema urinário e eletrolítico

  • Nefrite intersticial aguda;
  • Cristalúria.

Sangue

  • Anemia hemolítica;
  • Trombocitopenia;
  • Leucopenia;
  • Agranulocitose;
  • Eosinofilia;
  • Distúrbios da coagulação.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de
Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em

Fenoximetilpenicilina-Teuto, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Remédio Para Fóruns Bulas de Medicamentos Fenoximetilpenicilina Teuto Bula

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #6149
    Anônimo
    Convidado

    Fenoximetilpenicilina Teuto Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Fenoximetilpenicilina Teuto Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top