Apetil Bula

Apetil

Hipersensibilidade ao componente da fórmula.
Não deve ser administrado no primeiro trimestre da gravidez.
Hipersensibilidade aos componentes da fórmula.

Como usar o Apetil

Enjôo em viagem: 50 mg meia hora antes de iniciar a viagem.

Vertigem e estimulante do apetite: 50 a 150 mg por dia.

A dose de manutenção é de 50 mg, 2 vezes ao dia.

Precauções do Apetil

Gravidez e lactação

O uso de Dicloridrato de Buclizina (substância ativa) durante a
gravidez e lactação é contraindicado.

Alterações na capacidade de dirigir veículos e operar
máquinas

Em pacientes especialmente sensíveis, o leve efeito sedativo do
Dicloridrato de Buclizina (substância ativa) pode causar sonolência
e potencializar a ação de substâncias depressoras do sistema
nervoso central, inclusive bebidas alcoólicas. Nessa eventualidade,
o paciente deve evitar dirigir veículos e operar máquinas
perigosas.

Não se recomenda a ingestão de bebida alcoólica quando em uso
deste medicamento.

Reações Adversas do Apetil

  • Reação muito comum (gt; 1/10);
  • Reação comum (gt; 1/100 e ≤ 1/10);
  • Reação incomum (gt; 1/1.000 e ≤ 1/100);
  • Reação rara (gt; 1/10.000 e ≤ 1/1.000);
  • Reação muito rara (≤ 1/10.000).

Às vezes pode ocorrer sonolência diurna, geralmente no início do
tratamento.

Dados de Farmacovigilância têm demonstrado a ocorrência de
alguns casos de: tontura, dor de cabeça, vômito, náusea, dispneia,
insônia, diarreia e rash macular.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de
Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA ou para a
Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

Interação Medicamentosa do Apetil

O uso concomitante com álcool ou com outros medicamentos
depressores do Sistema Nervoso Central (SNC) pode potencializar os
efeitos depressores sobre o SNC.

O uso concomitante com antimuscarínicos ou com outros
medicamentos com essa ação pode potencializar os efeitos
antimuscarínicos.

O ácido ascórbico pode destruir a cianocobalamina. A ingestão de
grandes doses de ácido ascórbico deve ser evitada uma hora antes ou
após o uso de Dicloridrato de Buclizina (substância ativa).

O uso simultâneo de Dicloridrato de Buclizina (substância ativa)
com levodopa não é recomendado. Os efeitos antiparkinsonianos da
levodopa são prejudicados pela piridoxina.

Testes laboratoriais

O tratamento com Dicloridrato de Buclizina (substância ativa)
deverá ser suspenso aproximadamente 72 horas antes de se efetuar
provas cutâneas nas quais utilizamse extratos alergênicos, já que a
buclizina pode impedir ou diminuir as reações que, de outro modo,
seriam positivas e portanto, indicativa de reatividade dérmica.

Ação da Substância Apetil

Resultados de eficácia

A eficácia de Dicloridrato de Buclizina (substância ativa) pode
ser comprovada em estudo de Herman W. envolvendo 24 pacientes
versus grupo placebo fazendo o uso de buclizina como estimulante do
apetite. Como resultado, relatou-se que a ação de buclizina é
significativamente favorável.

Bormans A. comprovou a eficácia de buclizina em seu estudo
randomizado duplo cego placebo controlado, envolvendo 18 crianças
hipotróficas que receberam buclizina por 75 dias. Todas as crianças
que receberam a buclizina ganharam peso, em comparação ao grupo
placebo.

Castellar e cols. em seu estudo envolvendo 15 pacientes
administrou buclizina a todos e confirmou o aumento de apetite e de
peso nos pacientes envolvidos nesse estudo. Higa et al. em seu
estudo observacional ponderal com 20 crianças, confirmou a eficácia
da buclizina como estimulante do apetite.

Lamy F. em seu estudo duplo cego placebo publicado em 1971,
demonstrou também a eficácia de buclizina no aumento do apetite e
ganho de peso.

Características Farmacológicas

Dicloridrato de Buclizina (substância ativa) um derivado
piperazínico com ações orexígena, antihistamínica e antiemética. A
buclizina possui acentuado efeito orexígeno, à semelhança de alguns
outros anti-histamínicos.

O mecanismo dessa ação estimulante do apetite ainda não está bem
determinado, mas parece ser devido a um efeito hipoglicemiante e
consequente estimulação do centro do apetite, no hipotálamo. Sua
leve ação sedativa contribuiria também para reforçar o efeito
orexígeno. A buclizina possui ainda um discreto efeito
antimuscarínico central.

Apetil, Bula extraída manualmente da Anvisa.

Remedio Para – Indice de Bulas A-Z.

Compartilhe esta página!

Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Autor
    Posts
  • #1047
    Anônimo
    Convidado

    Apetil Bula

    Compartilhe suas experiências sobre este medicamento com outros usuários.
      • Utilizou este Remédio para?
      • Efeitos colaterais.
      • Resultados.
      • Indicações, sugestões e dicas!
    Acessar a Bula do medicamento.
    Apetil Bula Completa extraída da Anvisa
Visualizando 1 post (de 1 do total)
  • Você deve fazer login para responder a este tópico.
Scroll to top